Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/26

Nos dias 25 e 30 de março

GNR detém 2 homens nas Caldas da Rainha por captura ilegal de meixão e apreende 3 kg de meixão na Marinha Grande

Meixão apreendido e devolvido à natureza na foz do Rio Tornada

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial de Vieira de Leiria, no dia 25 de março, apreendeu cerca de três quilos de meixão (Anguilla anguilla), em estado juvenil, junto à foz do rio Liz, na localidade de Vieira de Leiria, no concelho da Marinha Grande.

No decorrer de uma ação de fiscalização, os militares da Guarda detetaram vários artefactos frequentemente utilizados para a captura ilegal de meixão e que, devido às suas caraterísticas, são extremamente nocivos à fauna existente. Na sequência da ação foi possível apreender o meixão, bem como o material utilizado na captura desta espécie.

O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Foram identificados dois suspeitos e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial da Marinha Grande.

O Comando Territorial de Leiria, desta vez através do Núcleo de Proteção Ambiental de Caldas da Rainha, deteve também, dia 30 de março, dois homens de 27 anos, por captura ilegal de meixão, (Anguilla anguilla), em estado juvenil, na foz do rio de Tornada, no concelho das Caldas da Rainha.

No decorrer de uma ação de fiscalização, os militares da Guarda detetaram vários artefactos frequentemente utilizados para a captura ilegal de meixão e que, devido às suas caraterísticas, são extremamente nocivos à fauna existente. Na sequência da ação foi possível apreender o meixão, bem como o material utilizado na captura desta espécie.

Meixão apreendido na Vieira de Leiria

O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Os detidos forem presentes ao Tribunal de Caldas da Rainha, tendo sido suspenso provisoriamente o processo, mediante o cumprimento de uma injunção pecuniária, no montante de 600 e de 700 euros.

A GNR relembra que a enguia europeia, (Anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie. O valor do meixão, no mercado final (países europeus e asiáticos), varia consoante os meses e pode alcançar um valor de seis mil euros por quilo.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.