Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/26

Obra tem investimento de cerca de 617 mil euros e servirá 5.250 utentes

Unidade de Saúde de São Pedro da Cadeira vai ser instalada no edifício do antigo Jardim de Infância

Intervenção de Laura Rodrigues

A empreitada da futura Unidade de Saúde de São Pedro da Cadeira terá início em breve. O auto de consignação da obra foi assinado no dia 29 de março, no edifício que será requalificado para receber aquela unidade de saúde.

A Unidade de Saúde de São Pedro Cadeira será instalada no antigo edifício do Jardim de Infância de São Pedro da Cadeira e terá capacidade para 5.250 utentes. A obra representa um investimento de cerca de 617 mil euros e será executada pela AECI – Arquitectura, Construção, e Empreendimentos Imobiliários, SA.

Atualmente, a população da freguesia é servida pela extensão de saúde de São Pedro da Cadeira, localizada no edifício adjacente à junta de freguesia. “As condições que temos no atual centro de saúde são precárias e desadaptadas àquilo que é a população atual da freguesia”, referiu a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues. A autarca recordou que São Pedro da Cadeira “é das freguesias do nosso Concelho que mais tem crescido”, sendo por isso necessário melhorar as instalações de prestação de cuidados de saúde primários.

A vice-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Laura Silveira, também marcou presença na cerimónia de assinatura do auto de consignação. “Esta reabilitação e a construção de novas unidades de saúde é extraordinariamente importante” referiu Laura Silveira, acrescentando que para atrair e fixar profissionais de saúde é essencial ter instalações “que sejam viradas para aquilo que são as necessidades atuais dos cuidados de saúde”.

Recorde-se que a 18 de fevereiro de 2020 foi celebrado o protocolo de cooperação entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e o Município de Torres Vedras com vista à construção de três novas unidades de saúde no Concelho (Runa, Ramalhal e São Pedro da Cadeira).

Esta nova unidade, que ficará concluída no próximo ano, ficará dotada dos meios físicos que proporcionarão uma resposta de qualidade na prestação de cuidados de saúde primários, médicos e de enfermagem, mas também no atendimento e no acolhimento aos utentes, contribuindo desta forma para colmatar as disparidades territoriais em matéria de acesso e de qualidade assistencial da rede pública de saúde.

    Fonte: ACM|CMTV

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.