Edição: 259

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/6/29

Terceira instituição de ensino superior nacional com mais pedidos

Politécnico de Leiria é a instituição politécnica com o maior número de pedidos de patentes

Campus 2 do Politécnico de Leiria

O Politécnico de Leiria voltou a ser a instituição politécnica em Portugal com o maior número de pedidos de patentes, segundo o Índex de Patentes do Instituto Europeu de Patentes (IEP) 2021. Com sete pedidos de patentes no ano passado, o Politécnico de Leiria posicionou-se igualmente como a terceira instituição de ensino superior nacional com mais pedidos e a sexta organização a nível nacional.

As sete patentes pedidas estão centradas em quatro unidades de investigação do Politécnico de Leiria, nomeadamente o ciTechCare – Centro de Inovação em Tecnologias e Cuidados de Saúde, o CDRSP – Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentável do Produto, o LIDA – Laboratório de Investigação em Design e Artes e o MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente.

As patentes dizem respeito às áreas de Extração de Ingredientes Bioativos Marinhos (MARE), Manufatura Aditiva para Componentes Cerâmicos (CDRSP e LIDA), Ciências da Saúde (ciTechCare), Fabrico Aditivo (CDRSP), Engenharia Biomédica – Biodispositivo (CDRSP), Biofísica e Engenharia Biomédica (CDRSP) e Microbiologia, Tecnologia Ótica e Saúde (ciTechCare).

«Este resultado é o reconhecimento do trabalho sistemático de muitos anos com elevado investimento direto na valorização do conhecimento e investigação com impacto, mas principalmente o mérito dos nossos professores, investigadores, escolas e unidades de investigação no trabalho diário com a sociedade, em particular com as empresas. Para o Politécnico de Leiria, ser a terceira instituição de ensino superior com mais pedidos de patentes e em áreas diversas e de ponta é um enorme orgulho, mas também é um incentivo para fazer mais e melhor, pois ainda falta acrescentar muito valor económico ao valor científico das patentes e isso só se faz com as empresas», afirma Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria.

Depois de em 2019 ter sido a sexta instituição de ensino superior em Portugal com mais pedidos de patentes requeridos, no ranking de 2021 atingiu a terceira posição.

Segundo o Instituto Europeu de Patentes (IEP), os pedidos de patentes em Portugal atingiram um recorde no ano passado, com um aumento de 13,9%, sendo esta uma das maiores subidas entre os países europeus, invertendo a tendência negativa de 2020, quando os pedidos de patentes caíram 7,7%.

O IEP é uma das maiores instituições de serviço público na Europa e trabalha com procedimento centralizado de patentes válidas em 44 países, abrangendo um mercado de 700 milhões de pessoas.

Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.