Edição: 258

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/5/19

Contratação de uma assessora paga pela Câmara Municipal foi a gota de água

Concelhia do PSD de Alenquer retira confiança política ao vereador Nuno Miguel Henriques

Nuno Miguel Henriques

A Comissão Política Concelhia do PSD de Alenquer anunciou esta quinta-feira, dia 13 de abril, a retirada de confiança política ao vereador Nuno Miguel Henriques, cabeça de lista do partido nas últimas eleições autárquicas.

“Numa altura em que o PSD no concelho de Alenquer apenas tem um vereador, e depois do pior resultado eleitoral autárquico para a Câmara Municipal desde 1976, julgávamos nós que era a hora de todos em conjunto para bem do concelho de Alenquer revertermos esta preocupante realidade. De salientar que grande parte dos eleitos nas listas do PSD têm reunido com a estrutura local do partido de forma a concertarem as posições políticas numa entreajuda que é de enaltecer”, refere o PSD local.

O caminho que esta Concelhia do PSD de Alenquer tem seguido “tem sido de uma oposição responsável, criticando o que existe para criticar, mas apresentando sempre possíveis soluções para os problemas do concelho, que infelizmente são bastantes.”

Assim, o PSD de Alenquer sublinha que não pode ficar indiferente, e condena de forma veemente, praticamente todo o valor que o executivo do PS já gastou em aquisição de serviços em regime de avenças desde setembro último, 155.279,88€. “Assim seguindo o mesmo caminho que temos trilhado, nunca poderíamos concordar (apesar de legal) com a avença a tempo parcial por dois anos, que foi aprovada em reunião de Câmara no valor de 18.138,72€ para uma assessora apoiar o Sr. Vereador Nuno Miguel Henriques.”

A Comissão Política Concelhia do PSD de Alenquer assegura que “esta foi uma posição que não foi articulada com a comissão política concelhia do PSD de Alenquer, aliás como tantas outras” e recorda que “os partidos políticos só são respeitados se souberem dar-se ao respeito.”

Face a esta “irredutibilidade na articulação prévia das posições políticas com os órgãos próprios do PSD por parte do vereador e considerando as atitudes reiteradamente assumidas que espelham esta realidade em sede de reunião de câmara, não era mais possível ao PSD de Alenquer acordar de manhã sem saber o que ia ser dito em seu nome nesse mesmo dia na Câmara Municipal de Alenquer”, acrescenta.

Assim, a Comissão Política Concelhia do PSD de Alenquer em reunião realizada no dia 13 de abril decidiu por unanimidade retirar a confiança política ao vereador Nuno Miguel Henriques, demarcando-se formal e institucionalmente das respetivas posições políticas e decisões executivas que possa vir a tomar, deixando estas de vincularem o PSD de Alenquer.

O PSD recorde-se, perdeu um vereador nas eleições autárquicas de 2021, passando a estar representado na Câmara Municipal de Alenquer apenas por Nuno Miguel Henriques. O PS tem atualmente cinco vereadores e a CDU um vereador eleito.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.