Edição: 258

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/5/19

Após chefes de equipa e do Banco do Serviço de Urgência pedirem demissão

PSD questiona Governo sobre situação de “caos” que se vive no Hospital das Caldas da Rainha

Instalações do Serviço de Urgência do Hospital de Caldas da Rainha foram requalificadas em 2021 mas continuam a faltar os recursos humanos

Os deputados do PSD eleitos pelo Distrito de Leiria estão preocupados com a situação que consideram de “absolutamente dramática, desesperante e totalmente inaceitável” que se vive no hospital das Caldas da Rainha.

Numa pergunta dirigida à ministra da Saúde, os sociais-democratas recordam que os chefes de equipa e do Banco do Serviço de Urgência pediram demissão dos respetivos cargos, enquanto não estiverem assegurados os requisitos mínimos para o funcionamento em segurança.

Num comunicado, os profissionais da Medicina Interna alertaram para o caos que se vive na Unidade das Caldas da Rainha e afirmam que “o Serviço de Urgência está em rotura completa”, não estando asseguradas “as condições mínimas de qualidade assistencial, nem de segurança, nem para os profissionais de saúde, nem para os doentes”.

Entre os problemas identificados pelos profissionais, estão “o excesso de doentes que recorrem e permanecem indevidamente no SU, as escalas persistentemente incompletas – sem cumprirem os mínimos aceitáveis – o desvio frequente de doentes fora de área e a proibição de transferir doentes para os seus hospitais de origem”.

Face a estes alertas, os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Leiria e da Comissão de Saúde querem saber se a ministra da Saúde tem conhecimento da situação reportada e quais as soluções que serão adotadas para garantir os níveis mínimos de segurança para o funcionamento do serviço de urgência da unidade.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.