Edição: 258

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/5/19

Relatório e Contas de 2021 foi aprovado esta terça-feira em reunião de Câmara

Resposta à pandemia e redução de dívida marcam exercício do Município de Leiria

Sede da Câmara Municipal de Leiria

A estratégia do Município de proteção social e económica do concelho face à pandemia Covid-19, com uma verba de um total de 2,2 milhões, e a redução de 16% do nível de endividamento do Município face a 2020, num total de 3,1 milhões de euros (ME), são duas notas dominantes do Relatório e Contas do Município referente ao ano de 2021, debatido esta terça-feira em reunião de Câmara.

O documento, que será ainda presente à Assembleia Municipal, expressa, à semelhança do ano anterior, uma forte capacidade de resposta do Município perante o cenário pandémico, através da atribuição de apoios de 1,3 ME e aquisição de bens num montante de 884 mil euros.

No que diz respeito à redução de endividamento, o documento evidencia a aposta numa estratégia de contas certas, com a redução da dívida para 17,2 ME no final de 2021, uma trajetória que representa um abate de 60 milhões de euros da dívida camarária desde 2010.

A preocupação com a situação financeira está igualmente espelhada no prazo médio de pagamento de apenas seis dias, um dos mais baixos do País, permitindo uma maior capacidade negocial do Município com os seus fornecedores.

No que diz respeito à despesa corrente, verifica-se um aumento de 34%, que resulta da transferência de competências na área da educação, o que originou a entrada de mais 446 trabalhadores das escolas no quadro de colaboradores do Município, essenciais para a garantia de ensino de qualidade no concelho, e ainda da resposta dada à pandemia, tal como a aposta na aposta nas freguesias e no associativismo, com aumento de transferências.

Há ainda a destacar um aumento da despesa de capital em 19% (€5 519 480,34), com uma taxa de execução de 54% (aumento de 4% face ao período homólogo), em resultado da realização de obras de grande importância para o concelho, como a requalificação do castelo, construção de acessos mecânicos, requalificação do Largo de S. Pedro, requalificação do Sistema Viário Av. N. Sª Fátima e AV. General Humberto Delgado, intervenção na Rua de Leiria, em Monte Real, construção da Pavilhão Inclusivo das Cortes, intervenção no Pavilhão Desportivo Municipal de Maceira, construção do Centro d´Artes do Arrabal, requalificação do Mercado Municipal, construção e beneficiação de diversas vias no concelho, sendo ainda de realçar um significativo aumento das transferências de capital para as freguesias, em cerca de 36% (€1 726 029,62).

Fonte: GRPG|CML

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.