Edição: 258

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/5/19

“Não há Saúde sem Saúde Mental” foi o mote do encontro de dois dias

Profissionais do Centro Hospitalar de Leiria participam nas I Jornadas de Saúde Mental de Leiria

António Lacerda Sales foi um dos participantes nas I Jornadas de Saúde Mental

Vários profissionais do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) participaram, nos dias 29 e 30 de abril, nas I Jornadas de Saúde Mental, em Leiria, com o mote “Não há Saúde sem Saúde Mental”. A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Leiria, em conjunto com a sua rede de parceiros, decorreu no CDIL – Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, na Igreja da Misericórdia.

Estiveram presentes na sessão de abertura, entre outras individualidades, o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Sales, que falou da importância da Saúde Mental e deu a conhecer medidas neste âmbito, tendo realçado a importância das equipas comunitárias no contexto da Pediatria e da Pedopsiquiatria. O presidente do Conselho de Administração do CHL, Licínio de Carvalho, abordou a temática em debate, e ainda apresentou as boas práticas do CHL no que concerne à Psiquiatria, à Pedopsiquiatria e à Psicologia, realçando ainda a importância das distintas áreas, em especial, nos períodos da pandemia.

No painel inaugural interveio João Redondo, coordenador regional da Saúde Mental, que falou das políticas atuais. O primeiro painel intitulado «Saúde Mental para Todos: da investigação à Ação» contou com a participação de Joana Correia, assistente de Psicologia Clínica, em representação do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do CHL, que conceptualizou a Psiquiatria, abordou o impacto pandémico na Saúde Mental e apresentou valências e resultados na experiência do CHL. No mesmo debate, a investigadora Teresa Lluch partilhou programas de autocuidado e houve espaço para assistir ao vídeo da Equipa Aventura Social.

No período da tarde, o segundo painel falou da experiência com jovens, «A Saúde Mental em contexto escolar», e foi trabalhada por um grupo multidisciplinar com psiquiatras, psicólogos, associações de intervenção e agentes da educação, e entre eles, a diretora do Serviço de Pedopsiquiatria do CHL, Graça Milheiro, apresentou a experiência local do Serviço que dirige.

O segundo dia das Jornadas teve início com o painel «Promoção da Saúde Mental – Boas práticas na comunidade de Leiria», dinamizado pelo Gabinete de Ação Social da Câmara Municipal de Leiria, contando com o suporte da equipa de escolas, Cuidados Primários de Saúde e associações de Intervenção Local, que apresentaram o trabalho no terreno. Por fim, na mesa redonda com a temática «Arte e Saúde Mental» foram apresentados projetos de intervenção em Saúde, dando destaque ao projeto Manicómio, de Lisboa, e o UPA, projeto da SAMP, de Leiria, que contou a moderação do enfermeiro-chefe do Serviço de Ortopedia II, Luís Filipe Oliveira.

Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.