Edição: 258

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/5/19

Nas áreas da Cultura, Investigação, Mobilidade e Internacionalização

Politécnico de Leiria e Orfeão de Leiria estabelecem protocolo de colaboração

Vítor Lourenço e Rui Pedrosa

Estabelecer uma maior colaboração entre o Politécnico de Leiria e o Orfeão de Leiria – Conservatório de Artes (OLCA) e potenciar as sinergias existentes em cada instituição, nas áreas da Cultura, Investigação, Mobilidade e Internacionalização, é o propósito do protocolo formalizado no dia 4 de maio, entre Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, e Vítor Lourenço, presidente do Orfeão de Leiria. Durante a assinatura do protocolo, Rui Pedrosa adiantou ainda que o próximo passo na relação entre as duas instituições é, muito em breve, o Politécnico de Leiria tornar-se associado do Orfeão de Leiria.

Celebrado no edifício dos Serviços Centrais do Politécnico de Leiria, o protocolo determina que as duas instituições estabeleçam e desenvolvam relações de cooperação e de colaboração nos domínios e nas áreas em que essas atribuições possam ser potenciadas pela complementaridade ou alternatividade dos recursos de que cada uma disponha, nomeadamente na Cultura, criando o enquadramento para a concretização de projetos de cocriação, literacia para a música, apresentações e audições públicas nos espaços do Politécnico de Leiria e residências artísticas em todas as Escolas do Politécnico de Leiria.

No domínio da Investigação, o protocolo tem em vista o desenvolvimento de projetos ligados à inovação social, envolvendo as Escolas do Politécnico de Leiria ou as suas Unidades de Investigação, sendo que na área da Mobilidade, as duas instituições comprometem-se a estudar novas formas e procurar potenciar mecanismos de agilização de mobilidades internacionais para estudantes, em particular do Orfeão de Leiria.

Por fim, no que respeita à Internacionalização, ambas as partes procurarão colaborar no desenvolvimento de novas parcerias internacionais, disponibilizando-se desde já o Politécnico de Leiria a promover uma maior conectividade através das redes e consórcios internacionais que integra, com vista à aproximação entre o Orfeão de Leiria e organizações equivalentes através da Regional University Network – European University (RUN-EU), liderada pelo Politécnico de Leiria.

«Este é um protocolo muito importante, considerando que a nossa instituição tem mantido uma relação excelente com o Orfeão de Leiria e, na medida do possível, temos prestado apoio a algumas iniciativas do próprio OLCA. Tem sido um trabalho contínuo com esta instituição», começou por referir Rui Pedrosa. «Nos últimos quatro anos temos feito um reforço do investimento na área da Cultura, numa convicção profunda de que temos de aumentar a centralidade cultural, artística e criativa no seio do Politécnico de Leiria, a pensar não só na nossa comunidade, mas também que isso transborde para fora dos limites dos nossos campi e que chegue positivamente ao território, porque acreditamos que a cultura é muito importante para as competências transversais e emocionais, além das competências técnicas e científicas», destacou o presidente do Politécnico de Leiria.

De acordo com Rui Pedrosa, o protocolo resulta de «um trabalho que já é enorme», nomeadamente na parceria já existente no Festival Música em Leiria, onde o Politécnico de Leiria acolhe anualmente um ou mais concertos/espetáculos no âmbito deste Festival. Mantendo o Politécnico de Leiria a intenção de continuar esta parceria, a instituição de ensino superior apoiará o Orfeão de Leiria ao nível da disponibilização de infraestruturas e recursos técnicos e logísticos, e de meios e suportes impressos e online para divulgação, promoção e comunicação dos eventos, além de uma eventual comparticipação financeira, em função do plano que vier a ser acordado para cada ano.

 

A cooperação entre o Politécnico de Leiria e o Orfeão de Leiria traduzir-se-á, ainda, numa colaboração bilateral ao nível da utilização de recursos humanos, meios técnicos e infraestruturas tecnológicas para a realização de trabalhos de investigação, de ensino e de formação de recursos humanos, bem como na realização de projetos de investigação fundamental ou aplicada, e de trabalhos de prestação de serviços, de iniciativa conjunta ou autónoma, a realizar por elementos de ambas as partes, em áreas de interesse comum.

No âmbito desta colaboração, as duas instituições comprometem-se a facultar reciprocamente as suas instalações, equipamentos, serviços e recursos humanos, para a realização de ações conjuntas que venham a ser acordadas em aditamentos específicos ao presente protocolo, assim como a facilitar o acesso a informação científica, bibliográfica e de material didático. O protocolo tem a duração de três anos, podendo ser automaticamente renovado por períodos anuais.

«A celebração deste protocolo é uma honra muito grande para o Orfeão de Leiria. Queremos igualmente dar o nosso contributo para que o Politécnico de Leiria no seu conjunto, enquanto instituição de ensino superior, possa servir-se do OLCA no que for necessário, considerando que estamos ao serviço de toda a comunidade», afirmou Vítor Lourenço, realçando ainda que «o Orfeão de Leiria ficará ainda mais reforçado se, no âmbito deste protocolo, conseguirmos ultrapassar as parcerias tradicionais e entrarmos em projetos de coautoria».

Durante a assinatura do protocolo, Samuel Rama, pró-presidente do Politécnico de Leiria para a área da Cultura, proferiu também algumas palavras, onde destacou que o trabalho desenvolvido entre as duas instituições tem «corrido muito bem e em proximidade», sublinhando a «qualidade da programação, do ensino e dos projetos» do Orfeão de Leiria.

Também Pedro Costa, administrador do Politécnico de Leiria, enalteceu a parceria mantida com o Orfeão de Leiria, que «tem sido fundamental», não só na área da Cultura, mas igualmente no Desporto. «A organização das Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários é, para nós, um desafio enorme e só temos a agradecer o apoio que o OLCA nos tem dado em determinados aspetos. Estão sempre disponíveis a colaborar e estamos muito gratos pela vossa disponibilidade.»

Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.