Edição: 259

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/6/27

Certificação atribuída pela Federação Internacional de Desporto Universitário

Politécnico de Leiria recebe em Bruxelas certificação “Healthy Campus”

Pedro Costa, Rui Pedrosa e Rui Matos

O Politécnico de Leiria recebeu esta sexta-feira, dia 27 de maio, na Universidade Livre de Bruxelas, a certificação “Healthy Campus”, pela Federação Internacional de Desporto Universitário (FISU). A certificação Platina, a mais elevada atribuída pela FISU, foi entregue a Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, Pedro Costa, administrador do Politécnico de Leiria, e Rui Matos, coordenador da candidatura e da implementação do programa “Healthy Campus” no Politécnico de Leiria.

«Este é o reconhecimento da estratégia institucional do Politécnico de Leiria, que tem como dois dos seus principais focos a qualidade de vida e o bem-estar da comunidade académica», afirma Rui Pedrosa, destacando as áreas prioritárias da estratégia da instituição: Desporto; Saúde; Inclusão; Multiculturalidade; Interculturalidade; Arte; e Cultura.

«Em paralelo com a garantia do desenvolvimento de competências técnicas e científicas nos nossos estudantes, pretendemos promover competências sociais e de cidadania essenciais para o desenvolvimento global sustentável. Este é um dos nossos grandes objetivos enquanto instituição de ensino superior pública, assegurarmos que os nossos estudantes e diplomados adquirem competências de tolerância, pluralidade, liberdade e relacionamento social, para serem melhores cidadãos e melhores profissionais», acrescenta o presidente do Politécnico de Leiria.

Leonz Eder (presidente da FISU), Rui Pedrosa e Eric Saintrond (diretor-geral) (Foto: FISU)

O Politécnico de Leiria foi a primeira instituição de ensino superior politécnico a garantir a certificação mundial “Healthy Campus”, da Federação Internacional de Desporto Universitário, que tem como principal objetivo reforçar a importância da atividade física como meio para a promoção do bem-estar físico e mental da comunidade académica. O anúncio da conquista desta certificação tinha sido feito em julho de 2021, tendo a entrega oficial da certificação decorrido esta manhã, em Bruxelas.

Para obter a certificação, as academias são avaliadas em ciclos de dois anos. O primeiro ciclo consiste num processo de autoavaliação, analisado por um júri internacional, enquanto o segundo tem por base uma auditoria efetuada na instituição. Após a finalização do primeiro ciclo, o Politécnico de Leiria atingiu o nível de certificação Platina, o grau máximo de cinco níveis de desempenho definidos pela FISU.

O Politécnico de Leiria recebeu a pontuação máxima, tendo cumprido todos os requisitos em todos os indicadores (100 em 100), todos eles estritamente ligados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

Para a obtenção da nota máxima, contribuíram as várias ações do Politécnico de Leiria, nomeadamente os Programas PAFE – Programa de Atividade Física para Estudantes, U-Bike, Rede Campus Sustentável, as refeições saudáveis fornecidas nas diversas cantinas, bem como o trabalho desenvolvido no âmbito do Serviço de Apoio ao Estudante (SAPE), Serviços Médicos, Serviços de Ação Social, o projeto 100% IN, entre muitos outros.

Estas práticas distintivas do Politécnico de Leiria estão reunidas no livro “FISU Healthy Campus: As melhores práticas de 2021”, que ficará também disponível no site da FISU.

«Importa ainda destacar os muitos protocolos estabelecidos e projetos em curso com diversos stakeholders que operam no âmbito do conceito de Campus Saudável e que ajudaram a alcançar este extraordinário resultado», conclui Rui Pedrosa.                                                                                   

     Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.