Edição: 259

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/6/27

Público pôde visitar a caravela Vera Cruz, entre outras atividades

Cruzeiro "Caminho Marítimo de Santiago" fez escala este fim de semana no Centro de Portugal

Caravela Vera Cruz

As embarcações que estão a participar no cruzeiro “Caminho Marítimo de Santiago em Portugal” estiveram no primeiro fim de semana de junho nas Estações Náuticas de Peniche e da Ria de Aveiro. A população pôde visitar a caravela Vera Cruz, entre outras atrações preparadas para estes dias.

O cruzeiro inaugural da iniciativa “Caminho Marítimo de Santiago em Portugal” teve início em Vila Real de Santo António, a 28 de maio, e termina no dia 13 de junho em Santiago de Compostela. Ao longo dos 17 dias, e 10 etapas, os participantes efetuam paragens em nove portos portugueses e três galegos. No Centro de Portugal, as embarcações fizeram escala em Peniche (3 de junho) e na Ria de Aveiro (4 e 5 de junho).

O cruzeiro pretende recriar, na costa portuguesa, a viagem da “Barca de Pedra” que, no ano 40 da Era Cristã, terá transportado o corpo de São Tiago desde Jaffa, no atual Israel, até Campus Stella, na Galiza.

A caravela Vera Cruz, réplica exata das antigas caravelas usadas pelos portugueses nos Descobrimentos, é a estrela do cruzeiro e ancorou no Porto Bacalhoeiro, em Ílhavo, na tarde de sábado, onde foi recebida por João Campolargo, presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, e Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, entre outras personalidades. As restantes embarcações ficaram divididas entre o Porto de Pesca Costeira e os cais ROM/Neptune e AVELA.

No domingo, a caravela Vera Cruz recebeu visitas do público no Porto Bacalhoeiro. Nesse dia, as tripulações tiveram visitas guiadas a várias atrações de Ílhavo, Vagos e Aveiro, nomeadamente o Museu Marítimo de Ílhavo, o Centro de Religiosidade Marítima de Ílhavo e o Cais Criativo da Costa Nova, em Ílhavo; o Santuário de Nossa Senhora de Vagos, em Vagos; e a Sé de Aveiro, o Museu de Santa Joana, o Cais do Sal e a Marinha da Troncalhada, em Aveiro, onde passaram de barco Moliceiro.

No Cais Criativo da Costa Nova esteve patente uma exposição alusiva às seis estações náuticas da Ria de Aveiro: Ílhavo, Aveiro, Ovar, Murtosa, Estarreja e Vagos, bem como do patrocinador Águas do Centro de Portugal.

As embarcações seguiram viagem para norte na manhã desta segunda-feira.

Sobre o Turismo Centro de Portugal

O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias.

  Fonte: TCP e PV

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.