Edição: 259

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/6/27

“Ida à Maré” e “Festa na Praia” decorrem no dia 17 de junho em Peniche

Projeto bLueTIDE junta alunos de Peniche e de Santarém para celebrarem a biodiversidade da zona entremarés rochosa

Rochedos em Peniche

O projeto bLueTIDE, que conta com a parceria do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente do Politécnico de Leiria, vai promover uma “Ida à Maré” e uma “Festa na Praia” para dar a conhecer aos alunos de escolas básicas de Peniche e de Vila Nova da Barquinha a diversidade biológica da zona entremarés rochosa. As duas atividades decorrem no dia 17 de junho, na Praia do Portinho da Areia Norte e na Praia Peniche de Cima, respetivamente, com o apoio da Incubadora do Mar & Indústria da Figueira da Foz.

Com início às 10h00, a “Ida à Maré” levará alunos da Escola Ciência Viva de Vila Nova da Barquinha, de Santarém, à Praia do Portinho da Areia Norte para conhecerem e observarem a biodiversidade, características e peculiaridades da zona entremarés rochosa, através de uma visita durante a maré baixa. Que espécies aí vivem? Como se relacionam entre si? E como é que a água, o sal e o Sol afetam estas espécies? Estas são algumas das questões a abordar nesta experiência in loco.

A “Festa na Praia” decorrerá no período da tarde, a partir das 14h00, na Praia Peniche de Cima. Enquadrada num contexto de promoção da Literacia do Oceano, a atividade juntará escolas do litoral com a distinção “Escola Azul” a uma escola do interior sem esta distinção. A festa contará com 64 alunos da Escola Básica do 1º Ciclo n.º 2 – Filtro de Peniche e com cerca de 22 alunos da Escola Ciência Viva de Vila Nova da Barquinha.

A iniciativa visa afirmar-se como um evento de celebração da riqueza e diversidade biológica da zona entremarés rochosa, e de divulgação do conhecimento científico sobre a biologia deste ambiente marinho. A tarde será dedicada a jogos em grupo, divertidos, dinâmicos e educativos, com o apoio da Câmara Municipal de Peniche.

O projeto bLueTIDE – Literacia do Oceano para uma Educação Integrada e Dinâmica pretende divulgar o que a ciência conhece sobre a biologia da zona entremarés rochosa, para que a sua importância seja mais bem compreendida e a sua conservação mais respeitada e promovida, estimulando a cooperação entre escolas do litoral com a distinção Escola Azul e escolas do interior sem esta distinção.  É um projeto promovido pela Incubadora do Mar & Indústria da Figueira da Foz, tendo como parceiro o MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, através do Politécnico de Leiria, da Universidade de Coimbra, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e da Universidade de Évora. O projeto é financiado pelo programa Crescimento Azul do EEA Grants.

    Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.