Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Curso funcionará a partir de 19 de setembro

Universidade de Coimbra abre em Alcobaça pós-graduação em Património Alimentar e Desenvolvimento do Território

Cristina Albuquerque, Hermínio Rodrigues e Carmen Soares

A Universidade de Coimbra, através do CESUCA – Centro de Estudos Superiores da Universidade de Coimbra em Alcobaça, irá promover de 19 de Setembro de 2022 a 21 de outubro de 2023, uma pós-graduação em Património Alimentar e Desenvolvimento do Território. Estão abertas 25 vagas para este primeiro curso, que resulta de uma candidatura da Universidade de Coimbra ao PRR – Programa de Recuperação e Resiliência e que permite de forma gratuita, aos adultos em situação ativa, a formação, qualificação e actualização de competências. O curso funcionará através de micromódulos, num total de 6, perfazendo 270h de aulas, que ocorrerão na vertente presencial e online.

A apresentação do curso realizou-se no dia 29 de junho, na Sala da Debulhadora da Cooperativa Agrícola de Alcobaça. Estiveram presentes Hermínio Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Alcobaça; Cristina Albuquerque, em representação da Universidade de Coimbra; Carmen Soares, coordenadora do curso, bem como vários Professores que irão ministrar os diferentes módulos.

A Pós-Graduação em Património Alimentar e Desenvolvimento do Território não confere grau aos participantes, destinando-se à formação, qualificação e atualização de competências de adultos ativos ao longo da vida, integrado na Living The Future Academy – consórcio liderado pela Universidade de Coimbra, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência. O curso envolve diferentes entidades, Instituições de Ensino Superior, administração pública regional e local, empresas e associações, como por exemplo o COTHN, INIAV, Cooperativa Agrícola de Alcobaça, EPADREC, entre outros

Para Hermínio Rodrigues, esta Pós-graduação é mais um exemplo da “boa ligação” entre o município de Alcobaça e a Universidade de Coimbra e uma mostra daquela instituição “em trabalhar com o município”, sendo o objectivo “a criação do Centro de Investigação e Experimentação Agrícola, Gastronómica e Tecnológica”, uma medida que “certamente aumentará os índices de fixação de jovens na cidade e no concelho” e que “será o futuro de Alcobaça”.

Por sua vez, Cristina Albuquerque referiu que este curso “traduz o esforço e empenho de todos os parceiros”, sendo um dos objectivos da Universidade de Coimbra em Alcobaça “desenvolver projectos que façam sentido para os parceiros” além de serem “estratégicos para o território onde se realizam”.

No seu seguimento, Carmen Soares salientou que apesar da Pós-graduação em Património Alimentar e Desenvolvimento do Território “ser uma proposta para este território, também o é para o país”, uma vez que fornece uma “qualificação diferenciadora” com “formação multidisciplinar ao serviço da cultura e de estratégias inovadoras de produtos alimentares e gastronómicos”.

Segundo a coordenadora do curso, “o Património Alimentar Português é cultura e tradição, memória e identidade mas também promove a inovação e o empreendedorismo”, uma vez que serão abordadas áreas científicas como as Humanidades, Turismo, Saúde, Agricultura e Ciências Empresarias em temas como Cultura e Tradição, Património Alimentar e Sustentabilidade e Qualidade de Vida, por exemplo.

Os interessados podem candidatar-se numa primeira fase de 1 a 31 de julho de 2022, sendo que as listas de seriação definitivas estarão disponíveis a 31 de agosto de 2022 e o prazo para matrícula/Inscrição será de 1 a 9 de setembro de 2022. A segunda fase de candidaturas será de 15 de agosto a 15 de setembro de 2022, estando as listas de seriação definitivas disponíveis a 13 de outubro de 2022 e as matrículas decorrerão de 14 a 20 de outubro de 2022.

Mais informações sobre o curso em www.uc.pt ou através do e-mail: cesuca@uc.pt

       Mónica Alexandre

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.