Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

José Amoroso é autor do programa “Ultimate e Desportos de Disco nas Escolas”

Professor do Politécnico de Leiria promove desportos de disco junto de crianças e jovens de Cabo Verde e Brasil

José Amoroso com um grupo de alunos

Divulgar e dar a conhecer os desportos de disco e promover a sua prática junto dos mais novos, nomeadamente além-fronteiras, é um dos grandes objetivos de José Amoroso, professor da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Politécnico de Leiria, que no final do mês de junho visitou Brasília, para participar na primeira Semana Nacional de Ultimate Frisbee e Desportos com Disco e no III Seminário Internacional sobre Ultimate Frisbee. No início do mês de julho visitou Cabo Verde, para formar e capacitar os professores cabo-verdianos para o ensino dos desportos de disco, no âmbito do projeto “Ultimate e Desportos de Disco nas Escolas”, iniciado em Portugal, em 2014, pelo docente.

A visita a Cabo Verde realizou-se no âmbito do programa de desenvolvimento da World Flying Disc Federation (WFDF), onde José Amoroso é membro da direção, com a entrega de 1.200 discos a 120 escolas, e a oferta de 100 manuais “Ultimate e Desportos de Disco nas Escolas”, da autoria do docente do Politécnico de Leiria.

«Esta visita teve como objetivo capacitar os professores de Cabo Verde a lecionarem as diferentes modalidades de disco. Nós podemos oferecer os kits escolares, mas se não existir este acompanhamento e esta formação, o material facilmente fica parado. E o nosso grande objetivo é colocar todas as crianças e jovens a lançar discos», explica José Amoroso, que esteve em Cabo Verde entre os dias 6 e 9 de julho, numa iniciativa que contou com o apoio do Ministério da Educação de Cabo Verde e do Comité Olímpico Cabo-Verdiano.

«O Ultimate Frisbee e os desportos de disco têm características educativas relevantes no contexto da aprendizagem escolar. A modalidade é dos poucos desportos praticados sem árbitro, promovendo a autorregulação e conceitos ligados à Ética no desporto, fundamentais para um crescimento harmonioso e eclético por parte dos alunos», salienta o professor da ESECS.

Os objetivos das ações de formação promovidas em Cabo Verde passaram, assim, por consciencializar das características e potencialidades das modalidades de disco nas escolas, permitir a aquisição de conhecimentos específicos sobre aspetos técnicos das modalidades com o uso do disco, desenvolver estratégias e metodologias de implementação das atividades de disco nas aulas de Educação Física e Desporto Escolar, criar exercícios/situações/guiões de apoio à implementação do Ultimate e Desportos de Disco nas escolas, e desenvolver nos professores autonomia para aprofundamento do conhecimento da prática da modalidade.

Os contactos estabelecidos em Cabo Verde abrem a oportunidade da realização de um evento na Ilha do Sal, em 2023 ou 2024. «Nesta primeira fase pretendemos dar tempo para concretizarem o projeto e fazerem-no chegar às escolas. Posteriormente, promoveremos então uma competição internacional para a população de Cabo Verde que, na altura, já se identificará mais com os desportos de disco», refere.

Já em Brasília, no Brasil, José Amoroso teve a oportunidade de participar na Semana Nacional de Ultimate Frisbee e Desportos com Disco e no III Seminário Internacional sobre Ultimate Frisbee, entre os dias 26 de junho e 4 de julho, e de contactar com a CBDU – Confederação Brasileira do Desporto Universitário. «A reunião promovida com a CBDU teve como propósito procurar que se realize o primeiro campeonato universitário no Brasil e possibilidade de fazer um Pan América a nível das universidades da América do Sul. Abriu-se essa porta gigante», afirma José Amoroso, dando ainda conta que é também objetivo implementar naquele país o programa “Ultimate e Desportos de Disco nas Escolas”.

Em Portugal os desportos de disco voltaram a voar na Semana Nacional da Formação do Desporto Escolar, que teve lugar de 11 a 15 de julho em Setúbal. A formação contou com a participação de 30 professores de educação física, que ficaram capacitados a utilizar os desportos de disco com um excelente espírito de jogo.

José Amoroso é autor do livro “Programa Ultimate – Desportos de Disco nas Escolas” e do manual “Ultimate e Desportos de Disco nas Escolas”, que já está disponível em inglês e vai também ser traduzido para croata, chinês, francês e checo, perspetivando-se a tradução para outros idiomas, nomeadamente finlandês.

É docente do curso de Desporto e Bem-Estar da ESECS e membro da direção da WFDF, desde dezembro de 2021, tendo já assumido o cargo de presidente da Associação Portuguesa de Ultimate e Desportos de Disco, por onde passou entre 2017 e março de 2022. É também presidente do LFO – Leiria Flying Objects, clube leiriense que se dedica à modalidade ultimate frisbee.

Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.