Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Extensão da Avenida passa de cerca de 290 metros para quase 600

Novo troço da Av. General Humberto Delgado abre ao trânsito em Leiria

Novo espaço de estacionamento

O novo troço da Avenida General Humberto Delgado abre hoje, ao final desta sexta-feira, dia 22 de julho, à circulação rodoviária, permitindo que o trânsito utilize esta artéria para aceder à Rua Luís Braïlle ou como alternativa à Avenida Nossa Senhora de Fátima.

As obras de requalificação, que se encontram na sua fase final, permitiram aumentar a extensão da Avenida General Humberto Delgado de cerca de 290 metros para quase 600, desde a Avenida Marquês de Pombal até à Rua Luís Braïlle, mantendo-se a circulação apenas num sentido.

O novo troço, para além de contar já com infraestruturas a pensar na futura urbanização da zona, inclui arvoredo, parque para bicicletas, uma escadaria de ligação à Avenida Nossa Senhora de Fátima e 112 lugares de estacionamento, três dos quais para mobilidade reduzida.

Avenida Nossa Senhora de Fátima

No final da Avenida, já no entroncamento com a Rua Luís Braïlle, que mantém as duas faixas de rodagem, a circulação também sofre alterações e deixa de ser possível aceder a esta rua pela Avenida Nossa Senhora de Fátima.

Na prática, o trânsito que desce a Rua Luís Braïlle passa a circular no sentido descendente após o entroncamento com a Avenida General Humberto Delgado em direção à Rotunda Rotária, e a faixa no sentido contrário estará disponível apenas para quem provém da Avenida General Humberto Delgado.

Ao chegar à Avenida Nossa Senhora de Fátima, a via passa a uma faixa de rodagem, devendo o trânsito da esquerda ceder a prioridade às viaturas que desçam a Rua Luís Braïlle.

Rua Luís Braïlle

De recordar que as obras de requalificação da Avenida Nossa Senhora de Fátima e da Avenida General Humberto Delgado têm como grande objetivo a melhoria significativa da qualidade de vida para residentes, comerciantes e utilizadores desta área, através da organização do espaço público, da criação de espaço verdes, do ordenamento do estacionamento, do reforço de segurança da circulação e da redução da poluição sonora e atmosférica.

     Fonte: DCRP|CML

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.