Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Após reabilitação e modernização do edifício

Cineteatro Municipal de Constância reabriu esta sexta-feira

Cartaz

A cerimónia de reabertura do Cineteatro Municipal de Constância teve lugar esta sexta-feira, 22 de julho, às 18h. Após a reabertura, pelas 21h30, foi exibido o filme «Por Quem os Sinos Tocam», de Pedro Ramalho Marques.

Registe-se que o edifício do Cineteatro de Constância é um dos principais espaços destinados à realização de eventos de cariz cultural e criativo, e por isso um equipamento de grande importância no quotidiano da vila de Constância. Nesse sentido, a operação agora efetuada promovendo a reabilitação e modernização do edifício, vem contribuir em muito para a melhoria global do ambiente urbano de Constância, atraindo mais visitantes e potenciando eventuais investimentos.

A operação realizada dividiu-se em duas intervenções, uma ao nível do R/C, visando o melhoramento da estrutura funcional de apoio e do auditório multiusos, e uma outra no 1º piso na qual se isolaram e impermeabilizaram os dois terraços, bem como a conservação e impermeabilização da cobertura incluindo tratamento das fachadas e as respetivas pinturas.

As obras de requalificação do Cineteatro Municipal integraram a Prioridade de Investimento 6.5 – Adoção de medidas destinadas a melhorar o ambiente urbano, a revitalizar as cidades, recuperar e descontaminar zonas industriais abandonadas, incluindo zonas de reconversão), a reduzir a poluição do ar e a promover medidas de redução de ruído, no Eixo Prioritário 7 – Afirmar a Sustentabilidade dos Territórios (CONSERVAR) do POR CENTRO 2020.

Ao requalificar este equipamento cultural público, dotando-o de melhores condições de utilização, conforto e segurança, com adaptação aos requisitos legais em vigor para recintos de espetáculos, nomeadamente às exigências ao nível da segurança contra incêndios, das condições acústicas e da acessibilidade universal, o Município de Constância reforça um importante fator de atratividade, possibilitando uma articulação mais harmoniosa do imóvel intervencionado com o espaço publico adjacente e com um conjunto de imoveis classificados com “imoveis de interesse publico” situados nas suas imediações.

Paralelamente, esta intervenção visa dar um impulso às dinâmicas culturais e económicas, tidas como essenciais à consolidação de um território mais competitivo e atrativo, sendo que a concretização deste objetivo depende, em grande parte, da melhoria das condições de utilização dos principais equipamentos de utilização coletiva.

     Fonte: GAOM|CMC

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.