Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Em parceria com a Technological University of the Shannon, da Irlanda

Politécnico de Leiria prepara criação de doutoramento internacional na área da Inovação Social

Rui Pedrosa

O Politécnico de Leiria está a preparar a criação de um doutoramento internacional na área da Inovação Social, em parceria com a Technological University of the Shannon: Midlands Midwest, da Irlanda. O anúncio foi feito pelo presidente do Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, durante a sua intervenção no painel “O futuro do Ecossistema de Inovação Social”, durante o Encontro Nacional de Incubadoras Sociais, decorrido nos dias 21 e 22 de julho no campus 5 do Politécnico de Leiria, onde afirmou que a instituição será «pioneira neste doutoramento internacional».

Abordando o papel assumido pela instituição na área da Inovação Social, Rui Pedrosa recordou que, «já em 2015, quando projetava o seu plano estratégico até 2020, o Politécnico de Leiria assumia precisamente como uma das duas áreas disruptivas deste plano a inovação social, não sendo esta uma área típica das instituições de Ensino Superior».

Sobre a Startup de Inovação Social de Leiria, instalada no Hub de Inovação em Saúde do Politécnico de Leiria, numa parceria com a Startup Leiria, Rui Pedrosa afirmou ter «múltiplos desafios e oportunidades». «Alguns dos desafios são, de facto, criarmos respostas inovadoras do ponto de vista social a determinados problemas, sejam eles de uma pessoa ou de uma entidade. Criar esse ecossistema em que efetivamente temos a inovação social como forma de resolver problemas societais, que podem ser de um indivíduo ou de uma organização», apontou o presidente do Politécnico de Leiria.

«Ainda assim, apesar de todos os passos que foram já dados, não ficamos satisfeitos com o que temos hoje, porque um dos grandes desafios para o futuro é que alguns destes projetos de inovação social possam ser replicados e que criem política pública. Um dos grandes desafios para os próximos anos é pegar nestes projetos, que funcionam e geram impacto, para ganharem escala e serem replicados», afirmou Rui Pedrosa, que interveio no painel “O futuro do Ecossistema de Inovação Social” do Encontro, numa organização da Startup Leiria em parceria com o Politécnico de Leiria.

Também Filipe Almeida, presidente do Portugal Inovação Social, participou no painel, onde afirmou que «Leiria é um berço de inovação social». «O Politécnico de Leiria é uma instituição de referência no país na área da Inovação Social. Não apenas porque inscreve a inovação social no seu caderno de encargos perante a sociedade e a comunidade, mas principalmente porque faz uma coisa que nem sempre se faz: não só inscreve a inovação social nos seus princípios e visão, como a traduz em projetos concretos.»

Num balanço dos encontros entre incubadoras sociais, Filipe Almeida avançou que «à data de hoje, dois anos e meio depois do primeiro encontro com 13 incubadoras, aprovámos 33 incubadoras em todo o país. Há mais incubadoras, mas as que estão neste nosso círculo são 33. E haverão mais no futuro. Só estas 33 incubadoras mobilizaram 10 milhões de euros de financiamento».

O presidente do Portugal Inovação Social destacou ainda o papel destas incubadoras, que se assumem como «potenciadoras de inovação, promotoras de microempreendedorismo, mobilizadoras de investimento, laboratórios de experimentação de políticas públicas, e, por tudo isto, parceiras do desenvolvimento de Portugal».

Sobre o futuro, Filipe Almeida referiu que «no Portugal 2030, com fundos europeus, a Inovação Social vai continuar a ser financiada, por via exclusiva dos programas operacionais regionais. Era assim em Lisboa e no Algarve, mas no Norte, Centro e Alentejo não era. A partir de agora vai ser financiada por via dos programas operacionais regionais. O que temos vindo a desenhar no último ano é também um financiamento específico para incubadoras».

Leiria no ranking das cidades mais inovadoras do mundo

Leiria está entre as 1.000 cidades mais inovadoras do mundo, segundo o índice “Global Startup Ecosystem”. Durante o Encontro Nacional de Incubadoras Sociais, a presidente da Startup Leiria, Eduarda Fernandes, informou que «Leiria passou a ser uma das sete cidades portuguesas mais inovadoras do mundo. No ranking que identifica as 1.000 cidades do mundo mais inovadoras, no ano passado havia seis cidades portuguesas, e agora somos sete».

Eduarda Fernandes salientou ainda que «a Startup Leiria tem contribuído para tornar a região de Leiria numa região empreendedora e inovadora. Fazemos parte, desde o início do ano, de uma rede europeia de incubadoras, que vai permitir pensar ainda maior». «Na área da Inovação Social queremos identificar projetos que fazem a diferença na vida de alguns e que têm um grande impacto na vida das pessoas», assegurou.

Já Gonçalo Lopes, presidente do município de Leiria, que participou igualmente no Encontro, abordou a escassez de mão de obra em Portugal, que «criou e cria cada vez mais a necessidade de integração de pessoas de outro ponto do mundo». «E é esse encontro de culturas que faz com que sejam necessárias incubadoras sociais, para que as empresas criem condições para a plena integração dessas pessoas e dessa mão de obra.»

A encerrar o painel, a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que participou na iniciativa através de um vídeo, destacou que «Portugal já é considerado um país avançado em termos de políticas públicas e tem de se afirmar cada vez mais nesta área a nível nacional e internacional».

«O que estamos a fazer atualmente é responder com respostas diferenciadoras, ousar, fazer diferente, ter uma sociedade mais justa e equilibrada. O facto de estarmos agora a falar em incubadoras de Inovação Social é um passo enorme. Por isso, reveste-se da maior importância este evento, para reafirmarmos o nosso compromisso com o ecossistema de inovação social. A aposta e confiança nestes projetos de inovação social são sinal de confiança naquilo que tem de ser o caminho para o futuro», rematou Ana Abrunhosa.

                                                                                                

Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.