Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Edição associada às comemorações do Centenário de José Saramago

I Festival Leiria Cidade Criativa sobe ao palco em novembro com Pop/Rock, Jazz e Música Erudita

Apresentação da primeira edição do Festival Leiria Cidade Criativa

Foi apresentada esta segunda-feira, dia 1 de agosto, no espaço Leiria Cidade Criativa da Música, a primeira edição do Festival Leiria Cidade Criativa, que irá decorrer nos dias 16, 17 e 18 de novembro, uma edição associada às comemorações do Centenário de José Saramago.

Na apresentação, a vereadora da Cultura, Anabela Graça, considerou que este “é mais um momento importante da Cidade Criativa da Música, que integra, nesta primeira edição do Festival Leiria Cidade Criativa, o Centenário de Saramago, prémio nobel da literatura, num diálogo entre a música, o teatro e a literatura”.

A Cidade Criativa assume-se como uma entidade de promoção de estratégias transformadoras na sociedade que visam a dinamização do setor artístico local e sua potencialização internacional. Como tal, serão apresentadas 17 novas criações contemporâneas no decorrer do Festival, tocando as estéticas do Pop/Rock, Jazz e Música Erudita.

Na abertura do festival, a 16 de novembro, o grupo de teatro Leirena e a cantora Surma apresentam, em estreia absoluta, no Teatro José Lúcio da Silva, a sua leitura do conto “A Maior Flor do Mundo”, num espetáculo infanta-juvenil para miúdos e graúdos.

Nos dias seguintes, no Teatro Miguel Franco, será apresentada música de compositores leirienses e compositores de renome nacional que verão em Leiria a sua música estreada por agrupamentos de referência: o Septeto de Jazz da Associação de Jazz de Leiria, com a solista Rita Maria, e o Ensemble de Sopros da Associação de Filarmónicas de Leiria.

Projetado, ainda, para potenciar o movimento associativo local, o Festival albergará, por sua vez, a primeira edição do Concurso Internacional de Composição de Leiria, promovido pela AJL e AFCL, e que tem a particularidade de ter duas categorias a concurso: o Jazz e a Música Erudita.

No concerto de dia 17 teremos a final da categoria Jazz, em que escutaremos, para além das seis encomendas da Leiria Cidade Criativa da Música, duas obras finalistas em estreia absoluta com a atribuição dos primeiro e segundo prémios, nos valores de 2.000 e 1.000 euros respetivamente.

No dia 18 tem lugar a final da categoria de Música Erudita, com nova atribuição de mais dois prémios no mesmo valor.

Através da rede de Cidades Criativas da Unesco, este concurso será divulgado além fronteiras, potenciando a participação de jovens compositores dos quatro cantos do globo que, em caso de admissão à final, poderão ouvir, em Leiria, a estreia mundial das suas obras.

As obras premiadas irão incluir nas suas edições físicas a menção ao prémio obtido ficando para sempre o nome da cidade associado a estes compositores e criações.

Esta conferência contou ainda com as presenças do diretor artístico da Leiria Cidade Criativa da Música, o pianista e compositor Daniel Bernardes, de César Cardoso, da Associação de Jazz de Leiria, e Carlos Lopes e Luís Bernardino, da Associação de Filarmónicas da Região de Leiria.

      Fonte: DCRP|CML

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.