Edição: 262

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/9/29

Baseada em declarações do Diretor da Agência de Promoção Turística do Alentejo

Centro de Portugal Film Commission contesta notícia do jornal The Guardian sobre alegados incêndios em Monsanto

Grupo de turistas na aldeia histórica de Monsanto

A Centro de Portugal Film Commission, repudiou, no dia 22 de agosto, as declarações do Diretor Executivo da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo, António Lacerda, ao jornal The Guardian. De acordo com o The Guardian, o responsável refere que “é uma tragédia (…) lembrando que grande parte da área serrana foi queimada” e que “alguns lugares não poderão receber visitantes até ao próximo ano”. Menciona ainda que “a par de Monsanto, existem outras aldeias intemporais como Marvão e Monsaraz”, aldeias que integram a região do Alentejo.

Sobre estas declarações, a CPFC lembra que existem responsáveis na região Centro de Portugal, suficientemente capazes para esclarecer cabalmente, e sem lapsos, toda e qualquer questão referente aos assuntos da região Centro, nomeadamente, e no caso em particular, o Município de Idanha-a-Nova, a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, a Turismo Centro de Portugal, a Agência Regional de Promoção Turística do Centro de Portugal, a Associação das Aldeias Históricas de Portugal e a Centro de Portugal Film Commission – sem que haja necessidade de recorrer a interlocutores de outras regiões.

A Centro de Portugal Film Commission corrige também a informação publicada no The Guardian, garantindo que o concelho de Idanha-a-Nova, e a Aldeia Histórica de Monsanto, não foram afetadas, felizmente, com os incêndios dos últimos dias na região da Serra da Estrela, lamentando estas declarações, considerando que “contrariam um princípio fundamental, que é o da solidariedade.”

A CPFC manifesta a sua solidariedade com a CIM Beira Baixa, Município de Idanha-a-Nova, com a Associação das Aldeias Históricas de Portugal, com a Entidade Regional Turismo Centro de Portugal e com a Agência Regional Promoção Turística do Centro de Portugal, reforçando o seu compromisso de, com o seu trabalho, desmitificar a imagem negativa que inevitavelmente resulta deste artigo, reforçando a diversidade e a qualidade das film locations do Centro de Portugal.

Do teor deste comunicado dará conhecimento ao The Guardian, fazendo-se acompanhar dos contactos dos interlocutores do Centro de Portugal.

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.