Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/27

Presidente da Câmara reuniu com a ministra da Saúde e com presidente da ARS

Sobral enfrenta “situação catastrófica” com apenas um médico de família para 10853 utentes

Marta Temido

O concelho de Sobral de Monte Agraço tem 10853 utentes inscritos na USF Costa Campos, pertencente ao ACES Oeste Sul – Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Sul, do qual fazem parte mais 4 municípios para além de Sobral de Monte Agraço.

Neste momento, existe apenas 1 médico de família ao serviço para toda a população do concelho, ou seja, apenas cerca de 1900 utentes têm médico de família, havendo cerca de 9000 utentes sem médico.

Preocupado com toda esta situação, o presidente da Câmara Municipal, José Alberto Quintino, tem feito pressão junto das entidades responsáveis por esta situação, tendo reunido, após grande insistência, com a ministra da Saúde, Dra. Marta Temido, e ainda com o presidente da ARS-LVT, Dr. Luís Pisco. Nesta última reunião, participaram também os vereadores Luís Soares, Carla Alves e Fátima Estevão.

Em ambas as reuniões foi reconhecida a situação muito difícil dos cuidados de saúde no concelho, tendo a tutela ficado sensibilizada para a necessidade de resolver os problemas de falta de médicos no concelho.

O presidente da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço, José Alberto Quintino, compromete-se a continuar a dar visibilidade a este problema por todas as formas ao seu dispor, de modo a que o Governo e o Ministério da Saúde coloquem os médicos em falta no concelho. “A Câmara e a população reclamam a falta de médicos que origina esta situação catastrófica de quase 90% dos habitantes do concelho não terem médico de família”, refere.

“Não baixaremos os braços até essa reivindicação ser atendida”, assegura.

    Fonte: GCI|CMSMA

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.