Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Municípios assinaram um protocolo de cooperação

Torres Novas e Alcanena criam projeto dedicado ao azeite e complexo industrial sustentável

Na reunião camarária de 31 de agosto foram aprovados dois protocolos de colaboração entre o Município de Torres Novas e o Município de Alcanena com vista à implementação do projeto “Ouro Líquido” e à criação de um complexo sustentável integrado de instalações industriais e logísticas.

O primeiro protocolo, referente ao projeto designado “Ouro Líquido”, tem como principal objetivo a promoção e valorização a nível nacional e internacional do azeite produzido na região, através do desenvolvimento de iniciativas conjuntas, nomeadamente eventos e projetos. Com este protocolo pretende-se ainda organizar, investigar e desenvolver todos os processos associados à produção do azeite, produzido através da azeitona galega, predominante na região.

De referir que os concelhos de Torres Novas e de Alcanena têm mais de 20% do seu território composto por olival, o que evidencia a importância desta atividade, e que a variedade de azeitona galega, predominante no território em árvores com várias dezenas de anos, produz um azeite com elevado valor acrescentado e com potencial no mercado nacional e internacional.

O segundo protocolo entre os dois municípios, referente ao projeto de criação de um complexo sustentável integrado de instalações industriais e/ou logísticas, tem como objetivo a criação de infraestruturas e demais condições para potenciar a atração e instalação de novos projetos empresariais no território, num terreno contíguo ao nó da A1 com a A23. Esta medida pretende acelerar as dinâmicas de criação ou relocalização de empresas, prospeção de novos mercados e vocação para a internacionalização, bem como a captação de investimento e criação de emprego qualificado.

Com este protocolo caberá ainda, aos municípios de Torres Novas e Alcanena, promover a instalação de empresas com as condições infraestruturais necessárias à mesma; desenvolver ações para atração de novos investidores, em particular investimento externo; elaborar propostas de cooperação para o desenvolvimento de iniciativas de dinamização da atividade do território à escala local, nacional ou internacional, e coordenar/participar no desenvolvimento de iniciativas conjuntas, nomeadamente eventos e projetos.

Município apoia APDPTN com 30 mil euros anuais e cedência de instalações

Na reunião camarária de 31 de agosto foi aprovado um protocolo de cooperação, a celebrar entre o Município de Torres Novas e a APDPTN (Associação para a Promoção e Desenvolvimento dos Produtos de Torres Novas), com vista à execução de projetos e ações de promoção e desenvolvimento de produtos do território, em benefício dos produtores e dos produtos torrejanos, e, consequentemente, do desenvolvimento e modernização da comunidade empresarial local.

Com este protocolo o Município de Torres Novas compromete-se a atribuir à APDPTN um subsídio de 15 000 euros em 2022, e de 30 000 euros em 2023, apoiar a organização e divulgação de eventos promovidos pela Associação, bem como a disponibilizar instalações adequadas à atividade da associação para serviços administrativos e logísticos.

À APDPTN caberá colaborar na organização de eventos e feiras do Município de promoção dos produtos de Torres Novas, bem como a desenvolver contactos e a apresentar propostas para novas geminações e parcerias internacionais. Caberá ainda organizar até ao final de 2022, em Torres Novas, um evento internacional dedicado aos produtos endógenos, e outro até ao final de 2023.

Deve ainda desenvolver ações de divulgação e promoção dos produtos endógenos; criar o gabinete de apoio ao produtor; promover ações de formação profissional; participar tecnicamente nos processos de denominação de origem de produtos locais do concelho de Torres Novas e promover a nível nacional e internacional, o concelho de Torres Novas, através da publicação mensal de uma revista onde se especifica as atividades, os produtos e os produtores.

A APDPTN é uma entidade sem fins lucrativos, com sede em Torres Novas, que assume a natureza jurídica de associação, tendo por objetivo a promoção de produtos pecuários, piscícolas, produtos apícolas, produtos agrícolas, frutícolas e seus derivados, azeite, vinho, aguardentes, licores, frutos secos, artesanato, cestaria, doçaria, que sejam produzidos e originários do concelho de Torres Novas.

      Fonte: DTICMA|CMTN

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.