Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Após caso com cliente do Crédito Agrícola de Salvaterra de Magos

Grupo Crédito Agrícola desmente a acusação de fragilidade do sistema online do Banco

Balcão do Crédito Agrícola

No âmbito das notícias que têm vindo a ser divulgadas relativas à cliente do Crédito Agrícola de Salvaterra de Magos, alvo de phishing no dia 15 de Agosto, o Crédito Agrícola veio esclarecer, no dia 6 de setembro, que nunca fornece a terceiros ou para o exterior dados confidenciais relativos a Clientes, em estrito cumprimento com a lei. O Grupo Crédito Agrícola desmente a acusação de fragilidade do sistema online do Banco.

A cibersegurança é um tema prioritário para o Crédito Agrícola, face aos inúmeros casos de intrusão que tem vindo a assistir nos últimos tempos, quer junto de instituições quer junto de Clientes Bancários. Para o Crédito Agrícola, a cibersegurança é um compromisso, pelo que o investimento nesta área é contínuo, com o objetivo de prevenir operações fraudulentas e aumentar a confiança dos clientes nas nossas soluções informáticas.

O Crédito Agrícola alerta, de forma regular, os seus clientes para potenciais episódios de burla online, quer através de comunicações realizadas na homepage do seu website corporativo, Email, SMS e Redes Sociais.  Durante o mês de Agosto, o Crédito Agrícola alertou os seus clientes para um novo episódio de phishing em curso, nos canais referidos, reforçando que o Banco não telefona para clientes para cancelar transferências bancárias.

 

O banco reitera que em circunstância alguma o Cliente Bancário deve fornecer dados pessoais a terceiros que permitam o acesso à sua conta online, por forma a evitar este tipo de burlas.

Esclarece, ainda, que o Crédito Agrícola atua prontamente sobre todas as situações que lhe são reportadas pelos Clientes e aciona todos os mecanismos com vista a recuperar os montantes transferidos no âmbito das burlas de que são alvo e que efetua as participações aos órgãos judiciais competentes e responde em tempo útil aos seus Clientes.

As ações de phishing são cada vez mais recorrentes, pelo que os utilizadores digitais devem estar sempre vigilantes. Neste sentido, os Bancos em conjunto com a Associação Portuguesa de Bancos, realizam ações informativas e de sensibilização sobre Banca Online, dirigidas aos utilizadores de serviços financeiros digitais, com o objetivo de promover um conjunto de competências digitais básicas na ótica do utilizador, contribuir para a capacitação da população alvo para a utilização dos canais digitais, sensibilizar para a importância da adoção de comportamentos financeiros mais esclarecidos e mais seguros e contribuir para o aumento dos níveis de literacia digital e financeira em Portugal.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária, estando o Grupo Crédito Agrícola totalmente disponível para colaborar com as autoridades na sua investigação.

Fonte: Lift

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.