Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Com instalação na cobertura do edifício de painéis fotovoltaicos

Câmara da Batalha investe mais de 700 mil euros na eficiência energética das Piscinas Municipais

Painéis fotovoltaicos da cobertura da piscina gerarão uma potência máxima de 101,5 kW

As Piscinas Municipais da Batalha vão beneficiar de diversas intervenções com o intuito de melhorar significativamente a eficiência energética deste equipamento.

Assumindo-se como um projeto ambicioso, as intervenções a executar, estimadas em 700 mil euros acrescidos de IVA, vão permitir reduzir significativamente o consumo de energia primária, através da instalação de maquinaria e equipamentos mais eficientes, apostando na produção de energia renovável. O procedimento concursal foi aprovado na última reunião de Executivo.

Os trabalhos incluem a total reformulação da central térmica e o fornecimento de caldeira de condensação para águas quentes sanitárias, a instalação de ventilação dos balneários e zonas adjacentes e a substituição parcial dos vãos envidraçados. Dos trabalhos a executar constam ainda a instalação na cobertura do edifício de painéis fotovoltaicos que gerarão uma potência máxima em Wp (Watt-pico) de 101500, estando também previsto a substituição de sistema de filtragem e de tratamento de água, a implementação de um sistema de gestão integrada centralizada que comandará todos os equipamentos e a reformulação da rede de gás.

Esta é a intervenção nas piscinas municipais da Batalha mais profunda e transversal que alguma vez foi executada após a abertura deste equipamento há mais de 30 anos.

Para além da substituição de maquinaria cujos custos de manutenção assumem há vários anos encargos consideráveis para o Município, destaca-se nesta intervenção a aposta na eficiência energética e da autoprodução de energia.

De acordo com o cronograma dos trabalhos, as intervenções a efetuar compreendem um prazo de 150 dias, sendo que a generalidade dos trabalhos não implicará o encerramento das piscinas.

O Município já procedeu à elaboração de candidatura a fundos comunitários com o intuito de beneficiar de um incentivo a fundo perdido de 85% face ao investimento a realizar.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.