Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/27

Instituição terá 1.359 camas em residências de estudantes

Politécnico de Leiria garante mais 641 camas no Plano Nacional de Alojamento no Ensino Superior

Rui Pedrosa, Aurélio Ferreira e Pedro Costa, administrador do Politécnico de Leiria e dos Serviços de Ação Social

O Politécnico de Leiria foi uma das instituições de Ensino Superior que assinou, dia 15 de setembro, os contratos de financiamento do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), numa sessão que decorreu na Academia das Ciências de Lisboa, com a participação do primeiro-ministro António Costa, da ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, e da ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva. Com estes contratos estarão garantidas 1.359 camas aos estudantes da instituição, mais 614 camas que as disponíveis atualmente.

Em julho foram aprovadas todas as candidaturas do Politécnico de Leiria para a construção de novas residências de estudantes e renovação das residências atuais, no âmbito do PNAES, financiado através do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR). A renovação e construção das residências de estudantes representa um investimento acima de 25 milhões de euros, financiados pelo PRR.

«Finalmente firmámos um investimento muito importante para os nossos estudantes, que vão ter melhores condições de alojamento, o que no futuro pode ser um critério importante para futuros estudantes na escolha da instituição de ensino superior para realizar a sua formação académica», destaca Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria. «Os responsáveis dos municípios envolvidos também nos acompanharam e formalizaram este compromisso, e esperamos que os trabalhos se iniciem em breve, num projeto tão promissor e vantajoso para muitas regiões do nosso país.»

O Politécnico de Leiria apresentou nove candidaturas no âmbito do PRR, cinco para adaptação, aquisição e renovação de residências e quatro para construção de novas residências, que abrangem uma adaptação para residência (Convento de Santo Estevão), sete renovações de atuais residências (quatro em Leiria, duas em Caldas da Rainha e uma em Peniche) e a construção de cinco novas residências (Leiria, Caldas da Rainha, Peniche e Pombal).

Para além destas candidaturas, que correspondem a um aumento de 745 para 1.243 camas, o Politécnico de Leiria é ainda copromotor de mais três candidaturas dos municípios de Batalha, Marinha Grande e Torres Vedras, o que corresponde a mais 116 camas, fixando-se um total de 1.359 camas. Com a aprovação destas candidaturas o Politécnico de Leiria assegurará residências de estudantes em todas as cidades onde conta com oferta formativa, quer seja em Escolas ou Núcleos de Formação, nomeadamente em Leiria, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande, Pombal e Torres Vedras.

       Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.