Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Governo apresentou nova Linha de Alta Velocidade entre o Porto e Lisboa

Linha de Alta Velocidade vai ter estação em Leiria e ficar a 40 minutos de Lisboa

TGV

A cidade de Leiria vai ficar a apenas 40 minutos de Lisboa, através da Linha de Alta Velocidade, um projeto que vai contemplar o concelho com uma estação, uma solução revelada esta quarta-feira, dia 28 de setembro, no Porto, onde decorreu a apresentação da Nova Linha de Alta Velocidade entre o Porto e Lisboa, uma cerimónia com as presenças do primeiro-ministro António Costa e do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, tendo o Município de Leiria sido representado pelo seu presidente, Gonçalo Lopes.

Além da Ligação de Alta Velocidade, a Estação de Leiria efetuará articulação com a Linha do Oeste que será igualmente alvo de requalificação.

“Com este investimento, Leiria ficará a apenas 40 minutos de distância de Lisboa, o que representa uma verdadeira revolução na nossa relação com a capital”, destaca Gonçalo Lopes, considerando tratar-se de um projeto de enorme importância para o futuro do país e muito em especial para Leiria, que regista uma redução de duas horas e trinta minutos na deslocação para Lisboa e duas horas e sete minutos para o Porto, de comboio.

Em breve será dado início aos trabalhos para a definição da configuração da estação, que apresenta a especificidade de fazer a articulação com a Linha do Oeste que vai estabelecer ligação à Linha da Alta velocidade através de Leiria.

Refira-se que numa primeira fase, será construído o troço entre Porto e Soure, estando Leiria integrada no segundo troço, entre Soure e o Carregado, que deverá estar concluído em 2030, seguindo-se um terceiro troço até Lisboa.

A nova linha de alta velocidade vai garantir a ligação entre Lisboa e o Porto em apenas uma hora e 15 minutos (no serviço direto), oferecendo 60 serviços diários, estimando-se que o número de passageiros, conjugado com a Linha do Norte, se cifre em 16 milhões.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.