Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Investimento de 23.911 euros

Projeto-piloto "Se não Vestes, Valoriza!" envolve escolas de Leiria na reutilização do desperdício têxtil

Cartaz

O Município de Leiria apresentou no dia 28 de setembro, o projeto-piloto “Se não Vestes, Valoriza!” com o objetivo de promover a recolha, reutilização e reciclagem de têxteis em fim de vida, que representa um investimento de 23.911 euros, com um prazo de execução de 12 meses.

Na apresentação, liderada pelo vereador do Ambiente, Luís Lopes, e por Filipe Falcão, representante da ToBeGreen, participaram representantes das 15 escolas do concelho (ver anexo), que se associaram a este projeto que vai arrancar, em Leiria, no início de outubro e em relação ao qual, Luís Lopes destacou a importância de, enquanto comunidade, ser crucial refletirmos na urgente necessidade de gerirmos os recursos que temos disponíveis.

Para o autarca, é fundamental que este trabalho tenha uma forte incidência nas escolas, com o objetivo de começar por sensibilizar os mais jovens para a importância da reciclagem dos têxteis. “Este é um processo de crescimento que temos de fazer juntos. É um investimento nas gerações atuais e nas gerações futuras”, concluiu.

“Se não Vestes, Valoriza!”  surge com a missão de combater o desperdício têxtil no Concelho de Leiria, valorizando-o, com vista a uma gestão sustentável dos materiais, promoção de uma economia circular, e redução de resíduos enviados para aterro, bem como, dos respetivos custos.

Neste desafio, com o qual Município de Leiria pretende mudar a realidade do desperdício, os têxteis serão reciclados, dando origem a novos artigos, que reintroduzidos na cadeia de valor, contribuem para a redução do impacto ambiental.

Saliente-se que Leiria é o primeiro município do distrito a participar neste projeto de valorização de produtos, que, de outra forma, iriam parar aos aterros.

Os estabelecimentos de ensino parceiros neste programa de reciclagem de vestuário e têxteis, que promove a redução do impacto destes resíduos no ambiente, integram já, em grande parte, o projeto municipal “Eco Escolas” e vão estar inscritos numa plataforma de recolha do Município.

Após sessões de sensibilização em cada estabelecimento, serão colocados contentores específicos para recolha de vestuário e têxtil, por toda a comunidade escolar, que depois será processado pela ToBeGreen, nos seus centros de tratamento e valorização de resíduos.

O produto final, resultante deste processo, servirá de matéria-prima para novos produtos, numa lógica de economia circular, que, em função da quantidade recolhida, permitirá distribuir esses novos produtos pelo estabelecimento de ensino participante.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.