Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

Rota Templária Europeia é atualmente presidida pelo Município de Tomar

Tomar recebe II Colóquio Internacional da Rota Templária Europeia

Painel de oradores

Começou na manhã de quarta-feira, dia 12 de outubro, na Biblioteca Municipal de Tomar, o II Colóquio Internacional da TREF. Entidade congregadora dos diversos lugares que guardam, na Europa, a memória da presença templária, a Rota Templária Europeia é atualmente presidida pelo Município de Tomar.

O colóquio leva à prática um dos principais objetivos desta entidade: ter sobre o tema, sempre gerador de paixões e das mais fantasiosas teorias, uma perspetiva científica, que valorize esta imensa herança patrimonial.

A sessão de abertura contou com a presença do vice-presidente da Câmara de Tomar, Hugo Cristóvão, do presidente da Câmara de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire, da vereadora da Câmara de Tomar e secretária da TREF, Filipa Fernandes, do presidente do Comité Científico Internacional da TREF, Arnaud Baudin, e do presidente do respetivo Comité Científico Português, Ernesto Jana.

Transversal às várias intervenções foi a importância dada a este colóquio enquanto ferramenta essencial para que o território alavanque a mais-valia que é a marca templária, mas que tem que assentar em fundações bem sólidas.

O colóquio tem estado a decorrer durante o dia de quarta-feira na Biblioteca Municipal. Às 21 horas, o salão nobre da Câmara Municipal de Tomar – onde estarão expostos, numa apresentação rara, o báculo e a mitra do Dom Prior da Ordem de Cristo – acolheu ainda a apresentação de bibliografia essencial sobre Tomar, uma conferência por Carlos Batata sobre “O termo de Cera, os Templários e o povoamento do espaço” e a apresentação do livro “Hugues de Payns en Orient”, de François Gilet, membro do Comité Científico da TREF.

Quinta-feira, o programa inclui uma visita à igreja de Santa Maria dos Olivais com homenagem a Gualdim Pais, no dia em que se completam 827 anos sobre a sua morte, após o que prossegue no concelho de Vila Nova da Barquinha com uma visita ao Castelo de Almourol e ao respetivo Centro Interpretativo Templário, continuando, a partir das 15 horas, as palestras no Centro Cultural da Barquinha.

Na sexta-feira, com início às 10 e às 15 horas, continuam na Biblioteca Municipal de Tomaras intervenções dos restantes oradores.

    Fonte: GCI|CMT

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.