Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

Projeto liderado pela Nerlei, em parceria com CEC, COTEC e NERE

Eco Startup sensibiliza e procura identificar oportunidades de eco empreendedorismo em todo o País

Sede da Nerlei

Durante o mês de outubro os parceiros do projeto ECO STARTUP – Nerlei, CEC, COTEC e NERE – voltam à estrada para promover ações de sensibilização para a temática do eco empreendedorismo junto de escolas secundárias e profissionais e também para desenvolver Ateliers de Oportunidades: sessões entre empresas e entidades do sistema científico e tecnológico, das respetivas regiões, com o objetivo de identificar problemas/lacunas no tecido empresarial que possam constituir oportunidades de eco empreendedorismo.

As sessões decorrerão um pouco por todo o País, já que cada parceiro dinamizará sessões paralelas em diversos locais, dentro das suas áreas geográficas de atuação. Toda a informação das sessões pode ser conhecida no site do projeto em www.ecostartup.pt.

Na região de Leiria, a Nerlei vai dinamizar duas sessões de sensibilização para o eco empreendedorismo na Escola Secundária da Batalha, nos dias 17 e 18 de outubro; e na Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, nos dias 19 e 20 de outubro.

20 de outubro é, também, dia de Ateliers de Oportunidades: às 9h30, em Pombal, na Biblioteca Municipal; e às 15h, em Mira de Aire, no Clube União Mirense.

O projeto ECO STARTUP promovido pela Nerlei, em co-promoção com o CEC – Câmara do Comércio e Indústria do Centro, a COTEC – Associação Empresarial para a Inovação, e o NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora, pretende potenciar um novo paradigma eco-empreendedor nas regiões Centro, Norte, e Alentejo, com o desenvolvimento de um Programa de eco-empreendedorismo multirregional de âmbito nacional, com grande impacto mobilizador junto dos jovens empreendedores e das indústrias. É financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, no montante de 601.874,30 euros, dos quais 511.593,16 euros são provenientes do Fundo Social Europeu.

     Fonte: Nerlei

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.