Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

Santarém

Exposição “Braamcamp Freire: o génio poliédrico” inaugurada na Casa do Brasil

Inauguração da exposição

A exposição “Braamcamp Freire: o génio poliédrico”, inaugurada, no dia 15 de outubro, na Casa do Brasil, evoca o centenário da morte de Anselmo Braamcamp Freire (1849-1921), figura ímpar da história contemporânea portuguesa, com ligações familiares a Santarém, cidade a quem deixou, depois da sua morte, em 1921, um valiosíssimo legado artístico, além da sua biblioteca.

A inauguração contou com a presença de José Krohn, sobrinho neto de Braamcamp Freire, a quem Nuno Domingos, vereador com o Pelouro da Cultura da autarquia Scalabitana,  fez um destaque especial, pelo seu papel “extraordinariamente importante na montagem da exposição, aconselhando, sugerindo e cedendo peças que estão patentes nesta mostra e que lhe acrescentam um lado que sem esta participação da família seria impossível para nós.  Esta exposição aponta para uma dimensão muito importante da cultura e identidade, que é o reconhecimento dos nossos melhores, daqueles que podem ter o papel de guias, de apontar caminhos, definir perfis de atuação, de vida. E é o caso de Braamcamp, um homem que doou parte do seu património em prol da educação popular”.

Esta exposição está dividida em dois polos, na Casa do Brasil um polo mais de interpretação.  Aqui pode-se ver a parte do político, do investigador, do bibliófilo e do colecionador, com algumas peças que vieram da Biblioteca.

Na Biblioteca pode-se ver o espólio enorme que foi doado por Braamcamp Freire, um acervo riquíssimo de correspondência particular, como foi a vida do próprio tanto como investigador e como político.

Nestes dois polos distintos dá-se a conhecer as múltiplas facetas da vida e personalidade de Braamcamp Freire (historiador, bibliófilo, genealogista, colecionador e político), bem como se aprofunda o estudo e explora a riqueza das coleções do Museu Municipal de Santarém, em particular das que Braamcamp legou em testamento a Santarém.

Pode visitar a exposição até 31 de agosto do próximo ano, na Casa do Brasil e na Biblioteca Municipal de Santarém e ver o legado mais valioso que o Museu Municipal de Santarém possui.

     Fonte: AMF|DCPCT|CMS

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.