Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

Segundo a MOBI.E

Percorrer 100 km num veículo elétrico é 46% mais barato do que num veículo a gasolina

Com a aproximação do Dia Mundial da Poupança, que se comemora a 31 de Outubro, a Mobi.E divulga diversas formas com as quais é possível poupar no que diz respeito à aquisição e utilização de um veículo elétrico.

Incentivos fiscais, menor custo de manutenção, não utilização de combustíveis fósseis e outras vantagens na circulação são algumas das formas de poupar com um veículo elétrico. Logo no momento da aquisição, a MOBI.E destaca como o comprador particular poderá ter um incentivo de 4.000€ para veículos até 62.500€.

Os veículos elétricos podem ser carregados em casa, no trabalho e nos locais públicos e o custo é inferior ao dos veículos a combustão. Carregar um veículo elétrico na rede Mobi.E terá, em média, um custo de 70% do valor total de um veículo a gasolina. Caso o veículo elétrico seja carregado em casa, o custo não ultrapassa, em média, os 30% do valor da gasolina.

Segundo dados da ERSE – Entidade Reguladora do Setor Energético, na proposta das tarifas EGME a vigorar em 2022, o custo de percorrer 100km num veículo elétrico carregado na rede pública de forma eficiente representa, 54% e 72% do custo para percorrer a mesma distância de, respetivamente, um veículo a gasolina e um veículo a gasóleo

No que diz respeito à manutenção, ter um veículo elétrico também reduz os custos, pois não existe a necessidade de uma intervenção mecânica frequente (mudanças de óleo, filtros, correias de transmissão ou velas). A travagem regenerativa permite também poupar nas pastilhas e nos pneus e a revisão apenas tem de ser feita aos 50.000 km (ao contrário de 30.000km nos veículos a combustão).

Outra forma de poupar são os impostos. Na compra de um veículo elétrico, não se paga o ISV (Imposto sobre Veículos) e o IUC (Imposto Único de Circulação). Os incentivos fiscais também são significativos no caso das empresas, que beneficiam da isenção do pagamento de tributação autónoma, o IVA da aquisição e utilização do veículo é dedutível e tem ainda vantagens em termos de IRC.

Por fim, a MOBI.E destaca ainda que existem diversas vantagens ao nível da circulação com um veículo elétrico, como descontos ou mesmo a isenção de pagamento de estacionamento (de duração limitada) em diversos municípios nacionais. Adicionalmente, os utilizadores poderão eventualmente usufruir de carregamentos gratuitos em alguns locais disponibilizados pelos proprietários.

Factos e números num relance

Rede Mobi.E: A rede Mobi.E integra atualmente 27 Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME) e 73 Operadores de Pontos de Carregamento

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.