Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

Ex-deputada substituiu António Lacerda Sales no Parlamento

Cláudia Avelar eleita presidente da Estrutura Federativa das Mulheres Socialistas do Distrito de Leiria

Cláudia Avelar

Cláudia Avelar, ex-deputada da Assembleia da República, em substituição de António Lacerda Sales, que retomou entretanto o lugar, foi eleita esta sexta-feira, dia 4 de novembro, presidente da Estrutura Federativa das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID) do Distrito de Leiria

Advogada de profissão, natural de Figueiró dos Vinhos, Cláudia Avelar protagonizou a única candidatura a este cargo. Neste processo eletivo, verificou-se uma significativa adesão das militantes tendo saído vencedora a lista A com 77% dos votos expressos.

Sob o lema “Pelo Distrito de Leiria – Afirmar, Comprometer e Valorizar”, a nova presidente assume que pretende “contribuir para alicerçar o papel da mulher no contexto distrital e nacional, continuar na senda da valorização dos ideais que me guiaram até aqui: o respeito pela igualdade de direitos, universalidade de oportunidades e cidadania participativa”.

Para a presidente recém-eleita “afirmar o distrito no contexto feminino, comprometer pela inclusão e valorizar a proatividade da mulher no âmbito político, social e económico, constituem as bases deste meu compromisso com o distrito.”

Uma das preocupações ao nível distrital “é a evidente assimetria Litoral/Interior, consequência da demografia, mas também das discrepâncias que existem em termos de desenvolvimento económico e dinamismo empresarial” – destacou Cláudia Avelar.

A nova presidente da Estrutura Federativa das Mulheres Socialistas- Igualdade e Direitos de Leiria vai direcionar o seu mandato para prioridades como “promover uma efetiva igualdade de direitos entre mulheres e homens; garantir a paridade em todos os domínios da vida política, económica, cultural e social; garantir a proximidade da estrutura federativa a todas as concelhias do Distrito de Leiria; valorizar a militância das mulheres e a sua intervenção na atividade do Partido; mobilizar e estabelecer sinergias com as mulheres militantes e simpatizantes; e renovar os quadros políticos, dando oportunidades às mulheres.”

Neste projeto irão ser desenvolvidas ações que Cláudia Avelar diz só ser possível por ter ao seu lado a equipa que a acompanha “uma equipa empenhada, participativa e credível”.

     Fonte: EFMS|Leiria

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.