Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/27

Através de Carlos Guerra, António José Henriques e Liliana Vitorino

Vereadores do PS de Alcobaça propõem apoio municipal às IPPS para compra de viaturas elétricas

Ambulância elétrica

Os vereadores do PS na Câmara Municipal de Alcobaça, Carlos Guerra, António José Henriques e Liliana Vitorino, propuseram ao executivo liderado por Hermínio Rodrigues (PSD), a atribuição de uma verba de cinco mil euros a várias Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) que prestam Serviço de Apoio Domiciliário, para a compra de viaturas 100 por cento elétricas e eficiência energética dos edifícios.

Na proposta, os vereadores do PS consideram que esse apoio deve ser atribuído às associações de Bem-Estar e Ocupação de Tempos Livres de Pataias, de Alpedriz, do Areeiro (Évora de Alcobaça), Casa da Família – Associação de Solidariedade Social de Acipreste, aos centros Cénico de Bem-Estar Social da Cela, da Freguesia de Coz, do Bárrio, à Fundação Manuel Francisco Clérigo e às Santas Casas das Misericórdias de Alcobaça, Benedita, Vimeiro e Alfeizerão para a aquisição de viaturas elétricas, e que celebraram protocolo com a Segurança Social que prevê o apoio à aquisição de viaturas 100 por cento elétricas com o máximo elegível de 25 mil euros por viatura.

Paralelamente, e num principio de equidade, os socialistas propõem, ainda, um apoio de cinco mil euros, às Entidades que não protocolaram a aquisição de viaturas elétricas, destinado ao melhoramento das condições de eficiência energética dos edifícios das entidades da Economia Social e Solidária do concelho, designadamente a Fundação Maria e Oliveira, Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Aljubarrota, Centro de Bem-Estar Social da Maiorga, Associação de Bem-Estar e Tempos Livres da Martingança, Centro de Bem-Estar Social da Freguesia dos Montes, Centro Social Paroquial de Turquel e Centro Paroquial de Assistência Nossa Senhora da Ajuda da Vestiaria.

Entendem os vereadores do PS que estes apoios assentam “na necessidade de incrementar as respostas de proximidade, que promovam a autonomia das pessoas, e fomentar a sustentabilidade financeira das instituições e a preservação ambiental”.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.