Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

Mais de meia centena de empresários participaram nas sessões setoriais

Empresários da Batalha reclamam medidas urgentes do Governo para fazer face a 2023

Reunião de empresários na Batalha

Mais de sessenta empresários do Concelho da Batalha participaram nas sessões setoriais realizadas pela Autarquia nas duas últimas semanas, com o intuito de analisar as perspetivas económicas para o próximo ano.

Nas referidas sessões, que contaram com o apoio da Nerlei – Associação Empresarial da Região de Leiria e da ARICOP – Associação Regional dos Industriais de Construção e Obras Públicas de Leiria e Ourém, os empresários ouvidos expressaram a sua forte preocupação quanto à grave crise energética com que a Europa se depara, mas também a instabilidade que se sente nos mercados, a elevada inflação e a dificuldade em contratar recursos humanos.

Faiança, plásticos, moldes, metalomecânica e construção civil são os setores de atividade em que, de acordo com os empresários ouvidos, é fundamental o Governo intervir através da concretização de medidas de apoio efetivas capazes de atenuar os custos de produção, mas também a distribuição desses mesmos produtos.

Atendendo ao cenário macroeconómico perspetivado pelo Governo e que serviu de base à construção da proposta de Orçamento para o próximo exercício, a Câmara da Batalha procedeu à realização destes encontros cujas propostas e ideias lançadas serão agora remetidas ao ministro da Economia.

“Ouvir os empresários num momento tão difícil como o que nos encontramos é uma das funções da Câmara Municipal. As propostas que nos foram lançadas, em áreas tão distintas como as dificuldades de contratar recursos humanos, os elevados custos com a energia e a tributação fiscal, entre outras, serão remetidas para o membro do Governo com o intuito de demonstrar a urgência na implementação de medidas urgentes destinadas a apoiar o setor produtivo”, defende Raul Castro, presidente da Câmara da Batalha.

Fonte: MB

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.