Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/4

No átrio da Biblioteca José Saramago, em Leiria

Politécnico de Leiria e Orquestra Metropolitana promovem concerto-conferência sobre o compositor Iannis Xenakis

Orquestra Metropolitana de Lisboa

“Iannis Xenakis: a música, o ritmo e o espaço” é o mote do concerto-conferência que vai decorrer já esta terça-feira, dia de novembro 15, a partir das 16h, no átrio da Biblioteca José Saramago, no campus 2 do Politécnico de Leiria. Numa produção do Politécnico de Leiria e programação da Orquestra Metropolitana de Lisboa, o evento pretende assinalar o centenário do nascimento do compositor Iannis Xenakis, juntando em palco o conferencista Benoît Gibson e seis percussionistas da Orquestra Metropolitana de Lisboa, com o maestro Marco Fernandes.

A entrada no concerto-conferência é livre, mas sujeita a inscrição prévia, através do preenchimento do formulário online disponível em https://bit.ly/3WPm4iw.

O compositor Iannis Xenakis (1922-2001) teve um percurso fora do comum. Em Atenas, além de ter tido aulas particulares de música, estudou engenharia, o que lhe proporcionou conhecimentos de matemática. Durante a guerra, participou na resistência contra a ocupação alemã e depois britânica, foi preso várias vezes, condenado, viveu na clandestinidade, e em 1947 fugiu para França onde trabalhou durante 12 anos com o arquiteto Le Corbusier.

Através de imagens e exemplos sonoros, esta conferência apresenta o compositor, a sua música, a sua relação com a arquitetura, a ciência e a matemática, e a forma como desenvolveu os conceitos de ritmo e de espaço na sua obra Persephassa (1969) para seis percussionistas.

O concerto-conferência contará com a intervenção do professor Benoît Gibson, que estudou Viola de Arco, Análise e Teoria da Música no Conservatório de Música de Montreal (Canadá), antes de completar um doutoramento em Música e Musicologia na École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris (França).

Entre 2000 e 2007, lecionou na Escola Superior de Música de Lisboa e, desde 2000, é professor de Análise Musical na Universidade de Évora, onde dirigiu, entre 2008 e 2014, a Unidade de Investigação em Música e Musicologia – UnIMeM, e, entre 2017 e 2021, o Departamento de Música.

Como especialista, apresentou conferências e publicou vários textos sobre a obra de Iannis Xenakis. O seu livro sobre a música instrumental do compositor, publicado na editora Pendragon Press, constitui um contributo significativo para o conhecimento do pensamento criativo do compositor.

     Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.