Edição: 267

Diretor: Mário Lopes

Data: 2023/2/3

Último programa de aceleração de ideias Farm to Fork terminou a 7 de dezembro

Laboratórios de inovação na área alimentar capacitaram 45 empreendedores da região

Formadores do curso “Farm to Fork New Business”

Terminou no dia 7 de dezembro a quarta e última oficina de empreendedorismo dinamizada pela Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém, no âmbito do projeto financiado “Farm to Fork New Business”, subordinada ao tema “Desperdícios Alimentares – Prevenção e Aproveitamento”. No total, os quatro laboratórios de inovação capacitaram um total de 45 empreendedores que estão agora melhor preparados para implementar negócios sustentáveis na área alimentar.

No âmbito do projeto financiado “Farm to Fork New Business”, que pretende tornar os sistemas alimentares justos, saudáveis e ecológicos, respeitando os desígnios do Pacto Ecológico Europeu, a Nersant organizou ao longo dos últimos 3 meses, um conjunto de “Farm to Fork Innovation Labs”, oficinas de apoio ao empreendedorismo que tiveram como objetivo gerar e validar ideias de negócio viáveis e competitivas que possam alavancar a inovação e disrupção do setor agroalimentar e lançar novos negócios alinhados com os novos paradigmas e desafios da sociedade.

Cada laboratório de inovação teve a duração de quatro dias, funcionando como um mini programa de aceleração, onde foram trabalhadas competências de empreendedorismo, estímulo à criatividade e inovação na procura de soluções geradoras de negócio, com recurso a um painel de especialistas e ferramentas de brainstorming, design thinking e formatação do modelo de negócio.

Formandos da ação da Nersant

“Produção de Alimentos Sustentáveis”, iniciado a 18 de outubro, “Fabricação e distribuição de alimentos sustentáveis”, iniciado a 2 de novembro, “Consumo Sustentável de Alimentos – Novos Sistemas de Processamento”, com início registado a dia 15 de novembro e, por fim, “Desperdícios Alimentares – Prevenção e Aproveitamento”, iniciado a 29 de novembro, foram os quatro laboratórios de inovação levados a cabo nos últimos 3 meses, com a participação de 45 empreendedores.

De referir que a realização destas oficinas de apoio ao empreendedorismo é uma das atividades previstas no projeto financiado da NERSANT “Farm to Fork New Business”, que visa estimular o empreendedorismo qualificado e inovador no setor agroalimentar no âmbito da estratégia europeia para a sustentabilidade dos sistemas alimentares, sensibilizando e capacitando os jovens / empreendedores que pretendam criar um novo negócio, para os desafios e as oportunidades associados a esta temática.

O projeto responde ao desafio de garantir, por um lado, um fornecimento sustentável de alimentos para uma população mundial em rápido crescimento e, por outro, trabalhar para inverter o impacto da produção de alimentos nas alterações climáticas, escassez de água, degradação dos solos e a destruição da biodiversidade.

O “Farm to Fork New Business – Inovação e Empreendedorismo no Sistema Alimentar” é apoiado pelo Compete 2020, no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC), envolvendo um investimento elegível de 354.648,50€, a que corresponde um apoio financeiro da União Europeia – FEDER de 301.451,22€. Os interessados em saber mais sobre o projeto podem fazê-lo junto do portal do projeto em https://farmtofork.nersant.pt.

     Fonte: Nersant

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.