Edição: 267

Diretor: Mário Lopes

Data: 2023/2/3

Dimensões dos ODS 2030 são Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias

Pombal apresenta Observatório Local dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

O Município de Pombal apresenta esta quarta-feira, 18 de janeiro, o Observatório Local dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com a presença de representantes do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião (CESOP-local) da Universidade Católica Portuguesa. A sessão, que terá lugar às 15h, será seguida da inauguração de uma exposição interativa que visa divulgar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e os projetos que o município tem em curso e que contribuam para o seu alcance.

O Observatório Local dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de Pombal tem como objetivos apoiar os serviços a contribuir, nas diversas vertentes de sustentabilidade (ambiental, económica e social) e nas cinco dimensões dos ODS da Agenda 2030 – Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias.

O Município de Pombal já atingiu mais de 80% do caminho para atingir os ODS, nomeadamente Água potável e saneamento (84%), Energias renováveis e acessíveis (81%) e Paz, justiça e instituições eficazes (81%).

De referir que 73% do Orçamento Municipal para 2023 está direta ou indiretamente associado a um ODS. A fatia maior irá para o ODS 11 que pretende tornar as cidades e comunidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis (18%). Entre os projetos encontram.se a requalificação urbana da Várzea, a interface de transportes, a construção do parque urbano da Ilha e o CIMU Sicó.

Segue-se o ODS 6, que pretende garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos (14%), através do aumento do acesso da população ao saneamento em várias localidades e a construção do emissário da Redinha.

Quase 40% das deliberações tomadas pelo Executivo Municipal estão diretas ou indiretamente relacionadas, igualmente, com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O ODS com maior expressão é o 11 que procura construir Cidades e comunidades sustentáveis (30%). A maioria das deliberações relacionam-se com a melhoria do espaço público e dos espaços de promoção de exercício físico, para além de procedimentos de reabilitação urbana.

O ODS 3, Saúde de qualidade é o segundo com mais deliberações, nomeadamente de aprovação de protocolos com associações que melhoram o acesso a cuidados de saúde, medicamentos ou que promovem atividades que permitem combater a mortalidade por doenças não transmissíveis.

O terceiro ODS mais representativo é o 1, Erradicar a pobreza, correspondendo na sua maioria a pedidos de pagamento de isenção de taxas e apoio a associações de solidariedade social que, por sua vez, distribuem por famílias carenciadas e já sinalizadas.

    Fonte: OC|GC|CMP

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.