Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/18

Contratado pelos municípios de Óbidos e Caldas da Rainha

Executivo de Torres Vedras critica novo estudo sobre a localização do novo Hospital do Oeste

Paços do Concelho de Torres Vedras

Na sequência das recentes tomadas de posição públicas sobre a localização do futuro Hospital do Oeste, o Executivo Municipal de Torres Vedras lamentou esta sexta-feira, dia 24 de fevereiro, de forma unânime, a atitude das autarquias de Caldas da Rainha e de Óbidos relativamente à localização do futuro Hospital.

“Ao fazer tábua rasa de todo o caminho percorrido em conjunto pelas autarquias do Oeste, ao contratar um novo estudo de forma unilateral e ao pressionar o Ministério da Saúde para retardar a decisão, as autarquias de Caldas da Rainha e de Óbidos põem em causa a coesão do Oeste e dificultam a rápida decisão sobre o futuro da resposta de saúde da região”, alegam.

Os autarcas torrienses salientam que Torres Vedras teria certamente capacidade, por maioria de razão, para apresentar argumentos separatistas e isolacionistas similares aos que as autarquias de Caldas da Rainha e de Óbidos têm apresentado, mas, em vez disso, “tem tido e continuará a ter uma posição responsável e conciliadora, em prol dos torrienses e de todos os oestinos, salvaguardando os interesses e necessidades da população desta região no domínio da saúde.”

O Executivo da Câmara Municipal de Torres Vedras acredita que, “depois do caminho já percorrido, não é hora de voltar atrás. É sim tempo de confiar que, tal como previsto, o Grupo de Trabalho constituído pelo Ministro da Saúde (Despacho n.º 556/2023, de 11 de janeiro) apresentará uma proposta integrada até ao dia 31 de março de 2023, na qual se incluirá a localização, perfil funcional, modelos de financiamento e cronograma de construção do novo Hospital.”

Laura Rodrigues, Ana Umbelino, Francisco Nelson Aniceto, Francisco Martins, Dulcineia Ramos (Partido Socialista), Sérgio Galvão e Diogo Guia (Unidos por Torres Vedras) e Duarte Pacheco e Secundino Oliveira (Partido Social Democrata) reiteram que importa agora defender um novo Hospital que servirá Torres Vedras e o Oeste e não um Hospital para um dos concelhos da região, exortando, por isso, todos os oestinos e os autarcas que os representam a defenderem, a uma só voz, este desígnio.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.