Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/18

Na Assembleia Municipal de Óbidos

Plano de Saúde para a população de Óbidos aprovado por maioria

Centro de Saúde de Óbidos

O Plano de Saúde para a população residente no concelho de Óbidos foi aprovado por maioria na primeira sessão ordinária do ano de 2023 da Assembleia Municipal de Óbidos.

Segundo o documento levado a votação, “atualmente, e sem que se perspetive resolução em tempo breve, verifica-se no concelho de Óbidos uma ausência prolongada de médicos de família”, com “equipas debilitadas”, “com falhas no acesso a consultas de medicina geral e familiar e a consultas das especialidades médicas (em área tão importantes como a saúde infantil e a saúde materna), atrasos na realização de exames, falhas na prestação de cuidados de enfermagem e outros serviços inerentes à prestação de cuidados de saúde à população”.

Por essa razão, o Município de Óbidos é “chamado à urgente tomada das medidas que estejam ao seu alcance com vista à prestação de cuidados de saúde e acesso à sua população. No quadro das respetivas atribuições e competências previstas na Lei, foi criado um Plano de Saúde “para a população residente no concelho de Óbidos e aí recenseada, que consista no acesso a serviços de saúde com descontos para os munícipes face aos preços habitualmente praticados, em rede de prestadores de serviços disponibilizada no Plano de Saúde a contratar”.

Este Plano de Saúde compreende consultas de clínica geral, medicina dentária, oftalmologia, cardiologia, nutrição, psicologia, terapia da fala, pediatria, ginecologia-obstetrícia, dermatologia, fisioterapia e consultas ao domicílio. Está ainda prevista enfermagem ao domicílio, vídeo-consultas, aconselhamento médico telefónico gratuito, exames de diagnóstico, fisioterapia ao domicílio, assistência a idosos e dependentes, acompanhamento pós-cirúrgico, check-up anual e transporte de urgência. Haverá igualmente redes convencionadas com farmácias e óticas, rede de bem-estar, medicamentos ao domicílio e a disponibilização de um médico de clínica geral cinco horas por dia, quatro vezes por semana, e de dois enfermeiros 40 horas por semana cada, no concelho.

O Plano de Saúde vai avançar, tendo sido aprovado por maioria, com 15 votos a favor (10 votos dos deputados do PSD e 5 votos dos presidentes de Junta de Freguesia de A-dos-Negros, Gaeiras, Olho Marinho, Usseira e Vau), três votos contra de deputados do PS e 9 abstenções (6 da bancada do PS, 1 do Chega e 2 dos presidentes das Juntas de Freguesia da Amoreira e de Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa).

Dada a necessidade e o impacto junto da população, este ponto gerava no presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Filipe Daniel, expetativa de votação unânime pela Assembleia, o que infelizmente não se veio a verificar.

     Fonte: DV|GCD|CMO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.