Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/29

Lisboa

Turismo do Centro apresentou projetos estratégicos no segundo dia da Bolsa de Turismo de Lisboa

Vestido de chita de Alcobaça (ao centro) foi apresentado na BTL

O espaço da Turismo Centro de Portugal na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa foi o palco esta quinta-feira, 2 de março, para a apresentação de diversos projetos e iniciativas estratégicas para a região. Uma nova brochura promocional da região, uma associação internacional para a cooperação turística, as estações náuticas e as Aldeias Históricas do Centro de Portugal, foram alguns dos destaques do dia.

Um dos destaques foi a apresentação da brochura “Short Breaks Turismo Centro de Portugal”. Este material promocional consiste numa seleção da oferta de 167 unidades de alojamento da região, divididas pelas 8 sub-regiões, com preços promocionais. Como explicou na apresentação Sílvia Ribau, chefe do Núcleo de Estruturação, Planeamento e Promoção da Turismo do Centro, “esperamos que os visitantes se sintam inspirados com esta brochura a usufruírem de férias e fins de semana prolongados no Centro de Portugal”.

A brochura “Short Breaks Turismo Centro de Portugal” está disponível em formato físico, nos postos de atendimento do TCP, mas também em versão digital, no site da entidade, em https://turismodocentro.pt/roteiros/brochuras-promocionais/brochuras-e-guias-genericos/.

Também esta quinta-feira, teve lugar a apresentação da IV Convenção Nacional da ARAC. A Associação Nacional dos Locadores de Veículos vai realizar o seu encontro nacional em Alcobaça, no dia 31 de março, sendo a primeira vez que tal acontece fora de Lisboa.

Na apresentação, Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, destacou a importância de a região receber eventos como este. “Cada destino turístico quer captar os melhores eventos. Encontros como esta Convenção Nacional da ARAC são muito relevantes, pelo movimento que trazem para a região, mas também pelo efeito multiplicador de notoriedade para o destino”, considerou.

Igualmente presente na apresentação, Inês Silva, vereadora do Município de Alcobaça, mostrou a sua satisfação pelo facto de a organização ter escolhido esta cidade. Joaquim Robalo de Almeida e Paulo Pinto, respetivamente secretário-geral e presidente do Conselho Diretor da ARAC, adiantaram os temas principais da Convenção: a mobilidade, sustentabilidade e digitalização.

Seguiu-se a apresentação de uma nova associação de promoção turística. Intitulada de ASICOTUR – Associação Internacional para a Cooperação Turística, esta nova entidade reúne vários países de língua espanhola e portuguesa, tendo subido ao palco representantes de Portugal, Espanha, Peru, México e Moçambique. Victor Leal, presidente das Termas de Portugal, é o representante para Portugal.

Os objetivos da ASICOTUR passam por incentivar a cooperação entre destinos do setor turístico, incluindo projetos de assistência ao lançamento do turismo.

António José Correia, da Fórum Oceano, apresentou as oito Estações Náuticas certificadas no Centro de Portugal

A terminar a manhã, António José Correia, da Fórum Oceano, apresentou as oito Estações Náuticas certificadas no Centro de Portugal – Aveiro, Castelo do Bode, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oeste, Ovar e Vagos – e as iniciativas que têm sido desenvolvidas neste projeto.

Cada estação náutica é organizada com base na valorização dos recursos náuticos presentes em cada território, os quais incluem a oferta de alojamento, restauração, atividades náuticas e outros serviços relevantes para a atração de visitantes. Por serem certificadas a nível internacional, as estações náuticas asseguram aos visitantes a qualidade do produto turístico e dos serviços prestados.

Antes, aconteceu também a apresentação da iniciativa “Xjazz, 10 anos de Jazz nas Aldeias do Xisto” e dos projetos Oeste Smart Region e a app Visit Oeste Portugal.

A tarde começou com um momento dedicado à Região de Aveiro. Depois de uma introdução por José Ribau Esteves, presidente da CIM Região de Aveiro, quem passou pelo stand da Turismo do Centro ficou a saber mais sobre a candidatura do barco moliceiro a Património da Humanidade e sobre o Programa Cultural da Região de Aveiro para este ano, bem como sobre a Campanha RAW – Ria de Aveiro Weekend e a Grande Regata dos Moliceiros. A terminar, e antes de uma mostra e degustação de produtos regionais, foram apresentados o Museu do Brincar, de Vagos, e a Maratona da Europa 2023, que regressa a Aveiro no dia 23 de abril.

O momento seguinte do programa esteve a cargo da Rede das Aldeias Históricas de Portugal. Dalila Dias, coordenadora da rede, fez um resumo das muitas iniciativas que decorreram no último ano nas 12 Aldeias, depois de uma introdução pelo presidente Carlos Ascenção. A acessibilidade para pessoas de mobilidade reduzida, a mobilidade automóvel elétrica ou um novo site mais inclusivo foram algumas das melhorias mais destacadas.

A programação continuou com um espaço para promoção da sub-região Beiras e Serra da Estrela. Numa apresentação conduzida pelo animador José Figueiras, foram dados a conhecer o The Vagar Countryhouse (Belmonte); o Campeonato do Mundo de Trial GP e o Festival Literário “Em Nome da Terra” (Gouveia); o Centro Interpretativo da Batalha de Castelo Rodrigo (Figueira de Castelo Rodrigo); o livro “Cereja do Fundão à Mesa” (Fundão); a agenda de eventos do Município de Manteigas; o projeto “Sabugal: Imagem, Natureza e Património” (Sabugal); a Feira de São Bartolomeu, Feira Franca mais antiga do país (Trancoso); Covilhã, Cidade Criativa do Design (Covilhã); e as rotas equestres do Município de Almeida. Sem esquecer as degustações e provas de produtos característicos dos diferentes municípios.

O segundo dia de BTL no stand da Turismo do Centro terminou com uma apresentação sobre o turismo itinerante em autocaravana e sua mais-valia para a economia local, por parte da AAP – Associação de Autocaravanismo Portuguesa.

Sobre o Turismo Centro de Portugal

O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias.

   Fonte: TCP e PV

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.