Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/22

Protesto foi convocado pela CAP - Confederação dos Agricultores de Portugal

Distrital da Área Oeste do PSD manifesta apoio à manifestação dos Agricultores nas Caldas da Rainha

Manifestação de agricultores nas Caldas da Rainha (Foto: CAP)

A Comissão Política Distrital do PSD Área Oeste fez-se representar pelo seu vice-presidente, Hernâni Santos, na manifestação de agricultores de dia 2 de março, que culminou com uma grande concentração de mais de 400 tratores e perto de um milhar de manifestantes nas Caldas da Rainha contra o que considera “ incompetência do Ministério da Agricultura”.

A Comissão Política Distrital do PSD subscreve as preocupações do presidente da CAP –  Confederação dos Agricultores de Portugal que referiu durante a manifestação que é necessária “uma alteração profunda” no Ministério que, considerou “em completa desarticulação e a desmanchar-se todos os dias”, sem “uma defesa forte do setor agrícola e um reconhecimento do valor da agricultura e do trabalho dos agricultores”.

Para o PSD Oeste, a forte adesão dos agricultores do Oeste a esta manifestação demonstra bem a insatisfação com o Governo do Partido Socialista e as suas políticas no âmbito da PAC que fez com que cerca de 1.300 milhões de euros do último quadro de apoio tivessem ficado por executar.”

Para além disso, não se consegue explicação porque razão o PEPAC – Plano Estratégico da Política Agrícola Comum 2023-2027 ainda não tenha arrancado, num momento em que os agricultores lutam com o aumento exponencial dos custos de produção.

Por tudo isto, a Comissão Política Distrital do PSD Área Oeste salienta que “não podia deixar de se solidarizar com as legítimas reivindicações do Agricultores do Oeste, atendendo a que se trata efetivamente de uma evidente incapacidade do Governo e da Ministra da Agricultura para colocar verbas que estão disponíveis ao serviço do setor e, em ultima análise, do consumidor, que será também afetado por toda esta manifesta incompetência.”

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.