Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/30

Reunião vai discutir o papel desta indústria num mundo em constante mutação

Ministros da Economia e da Coesão Territorial presentes no congresso da indústria de moldes

Máquina de moldagem

O ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, estará presente na abertura do XI Congresso “”Moldar (n)um mundo em mudança”, organizado pela CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes, sediada na Marinha Grande, esta sexta-feira, dia 17 de março, às 9h, no Teatro Municipal de Oliveira de Azeméis, acompanhado por Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, e João Faustino, presidente da CEFAMOL. A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, acompanhará o encerramento do congresso, no sábado, dia 18.

“Este é um momento crucial para reunir a indústria dos moldes em Portugal que, graças à sua resiliência e dinamismo, está novamente numa evolução positiva de crescimento. Os mercados internacionais continuam a ser o foco desta indústria que, após anos difíceis devido ao impacto da pandemia e da guerra na Ucrânia, apela a instrumentos de recapitalização eficientes e de crédito para impulsionar e dinamizar o futuro, fortalecendo o investimento em tecnologia e inovação,  acrescentando capacidade de produção”, afirma João Faustino.

Nos dias 17 e 18 de março, o XI Congresso a CEFAMOL contará com 300 participantes provenientes de mais de 100 empresas e entidades, e acolherá relevantes especialistas nacionais e internacionais, que vão apresentar diversas perspetivas e abordagens de como pode ser a evolução e quais as estratégias para o futuro deste que é um dos maiores clusters internacionais desta área, continuando a reinventar-se e representando a afirmação do País e da indústria portuguesa no mundo.

A indústria de moldes tem o setor automóvel como principal cliente pelo que os diversos painéis da manhã do primeiro dia do evento serão focados na “Indústria Automóvel: Tendências e futuro”, “Requisitos, Necessidades e Expectativas dos clientes – Automóvel”, e “Posicionamento num mundo em mudança”.

A tarde de sexta-feira será centrada nos outros setores igualmente relevantes para a indústria dos moldes como o packaging, os dispositivos médicos ou o setor alimentar, bem como “Requisitos, Necessidades e Expectativas dos clientes –  Packaging e Dispositivos Médicos”. Enquanto que o segundo painel abordará temas relevantes para o crescimento e futuro do setor, nomeadamente “Sustentabilidade financeira e Novos Modelos de Negócio”, “Ganhar Escala, Dinamização, Ganhar Dimensão: De que forma?” e “Como as empresas preparam para o futuro? Dois Caminhos para a capacitação profissional”.

O segundo dia deste Congresso lançará a debate a “Eficiência Produtiva: Gestão de Recursos e Tecnologias”, que  engloba “A integração do fabrico aditivo no processo produtivo” e “Tecnologia vs Eficiência produtiva: Criar valor nas empresas”. O segundo painel é subordinado ao tema “Diferenciar e Aumentar o Valor Acrescentado” e o terceiro à “Sustentabilidade: Que Estratégia para Capitalizar as Tendências de Descarbonização?”.

 

PROGRAMA

DIA 17 MARÇO (sexta-feira)

08H00 – Receção dos participantes

08H45 – ABERTURA DO CONGRESSO

João Faustino (Presidente CEFAMOL)

Joaquim Jorge (Presidente Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis)

09H00 – INTERVENÇÃO DE ANTÓNIO COSTA SILVA, MINISTRO DA ECONOMIA E DO MAR

09H15 – INDÚSTRIA AUTOMÓVEL: TENDÊNCIAS E FUTURO

António Melo Pires (Melo Pires, Consultoria e Gestão – CEO), Jean-Brice François (Grupo Renault – Head of Purchasing Tooling), Emmanuel Coreau (Stellantis – Head of Engineering, Europa do Sul)

10H50 – Coffee break

11H15  – REQUISITOS, NECESSIDADES E EXPECTATIVAS DOS CLIENTES – AUTOMÓVEL

Eric Tordjeman (Forvia – Senior Vice-president Operations Strategy) e Jorge Castro (Vice-Presidente AFIA)

12H00 – POSICIONAMENTO NUM MUNDO EM MUDANÇA

Paulo Portas

12H45 – CONCLUSÕES DO PAINEL

José Camacho (Universidade Europeia)

13H00 – Almoço

14H15 – REQUISITOS, NECESSIDADES E EXPECTATIVAS DOS CLIENTES – PACKAGING E DISPOSITIVOS MÉDICOS

Caroline Sauvan (L’Oréal – Global Director Rigid Packaging) e Luís Pereira (Medtronic Portugal – Country Director)

Moderador: Pedro Pereira (Vice-Presidente CEFAMOL)

15H00 – SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA E NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO

Nuno Pereira Alves (Millennium BCP), Claus George (DZ Bank – Head of Group TxB), Stefan Kreck (Giebeler – Managing Director) e Kerem Subasi (PayperChain)

16H15 – Coffee break

16H45- GANHAR ESCALA, GANHAR DIMENSÃO: DE QUE FORMA?

Pedro Ginjeira Nascimento (Secretário-geral Business Roundtable Portugal), José Carlos Gomes (Grupo Durit – Administrador), João Cortez (Celoplás – General Manager)

Moderador: Carlos Silva (Moldoplástico – Administrador)

17H45 – COMO AS EMPRESAS SE PREPARAM PARA O FUTURO? DOIS CAMINHOS PARA A CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL

Leonor Sottomayor (SONAE – Head of Public Affairs), Martinho Oliveira (Diretor ESAN – Escola Superior Aveiro-Norte) e Cesário Silva (Diretor Agrupamento Escolas Marinha Grande Poente)

Moderador: Paulo Bastos (Simoldes – Diretor Recursos Humanos)

18H45 – CONCLUSÕES DO PAINEL

Leonor Sopas (Universidade Católica)

19H00 – Encerramento da Sessão

19H30 – Jantar Conjunto

 

DIA 18 MARÇO (sábado)

08H30  / Receção dos participantes

09H00 – EFICIÊNCIA PRODUTIVA: GESTÃO DE RECURSOS E TECNOLOGIAS

«A integração do fabrico aditivo no processo produtivo» por Pedro Lourenço (Erofio – Diretor Executivo)

«Tecnologia vs Eficiência produtiva: Criar valor nas empresas» por Jorge Oliveira (Moliporex – Diretor Comercial)

Painel: Jorge Ferreira (Intermolde) e Jorge Cardoso (SF Moldes)

Moderador: Rui Tocha (Diretor-geral CENTIMFE)

10H00  – DIFERENCIAR E AUMENTAR O VALOR ACRESCENTADO por Tiago Sacchetti (Bosch Industry Consulting – Diretor)

10H40  – Coffee break

11H00 – SUSTENTABILIDADE: QUE ESTRATÉGIA PARA CAPITALIZAR TENDÊNCIAS DE DESCARBONIZAÇÃO? Por Gonçalo Tomé (CIE Plasfil – General Manager)

Painel: Jaime Sá (Simoldes) e Luís Febra (Socem – CEO)

Moderador: Paulo Ferreira Pinto (Mold World – CEO)

12H00 – CONCLUSÕES DO PAINEL por Elsa Henriques (IST / FLAD)

12H15 – ENCERRAMENTO DO CONGRESSO

João Faustino (Presidente CEFAMOL)

Ana Abrunhosa (Ministra da Coesão Territorial)

Sobre o setor

A Indústria Portuguesa de Moldes é muito competitiva e inovadora, acompanhando e desenvolvendo as tendências de mercado. Tem tido uma forte relevância na economia nacional, tendo alcançado um grau de excelência no mercado internacional. O setor posiciona-se no Top 3 europeu, acompanhado pela Alemanha e Itália. As exportações de moldes têm alargado a sua presença global em 2022 (superando os 500 milhões de euros), com atividade em 87 países distintos reforçando, assim, o cariz e dimensão internacional desta indústria.

Fonte: CV&A

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.