Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/30

Além de manutenção de serviços na ferrovia

Município de Pombal contesta exclusão da alta velocidade e propõe novas linhas ferroviárias

Linha ferroviária em Pombal

O Município de Pombal lamenta que o Plano Ferroviário Nacional (PFN) preveja, em matéria da rede de alta velocidade, um traçado, entre Leiria e Coimbra, que se afasta da Estação e da Cidade de Pombal (Linha do Norte). Circunstância que, a não ser revertida, se traduzirá, inelutavelmente, na secundarização da Estação de Pombal e dos serviços disponíveis na cidade – designadamente nas ligações a Coimbra – impossibilitando, também, uma ligação direta de Pombal a Leiria (capital de distrito).

A posição do município consta do documento enviado no âmbito da consulta pública do Plano Ferroviário Nacional (PFN), no qual são apresentados os seus contributos, sugestões e propostas, com vista à articulação dos desígnios do referido plano com o modelo de desenvolvimento territorial definido para o concelho, não descurando a articulação com a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL), com as estratégicas em desenvolvimento para a Região Centro (PROT – Centro – em elaboração) e com o Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território (PNPOT).

Tendo por base a sua integração no sistema urbano policêntrico da Região de Leiria, que engloba o eixo de desenvolvimento Marinha Grande/ Leiria/ Pombal, e considerando a sua posição geoestratégica face ao Sistema Urbano da Região de Coimbra, Pombal surge como um dos pilares de policentrismo, que estabelece a relação entre os Sistemas Urbanos de Leiria e Coimbra. De igual forma, estabelece relações de proximidade com os concelhos do interior, através do IC8 (Pombal – Vila Velha de Rodão), fazendo a ligação aos Sistemas Urbanos do Pinhal Interior e do Espaço Transfronteiriço (Proposta PROT – Centro).

Assim, pela sua importância geoestratégica, associada às excelentes acessibilidades, decorrentes do atravessamento do território por importantes infraestruturas viárias como o IP1 (A1), IC1 (A17), IC8, IC2, infraestruturas ferroviárias (Linha do Norte e Linha do Oeste), proximidade ao porto da Figueira da Foz, e infraestruturas aéreas (Pista de Ultraleves do Casalinho), que lhe conferem uma elevada atratividade e um evidente potencial para a fixação de atividades industriais, empresariais e de logística, Pombal, no contexto da estratégia de desenvolvimento associada à ferrovia, deverá apresentar-se como concelho de referência na promoção da intermodalidade e no desenvolvimento de novos corredores ferroviários.

De entre as várias propostas apresentadas, destaca-se a construção de uma linha que ligue, diretamente, a cidade de Pombal à cidade de Leiria e que disponibilize adequados serviços interurbanos entre estas duas cidades. Esta é uma solução alternativa que permitirá mitigar os efeitos da desconexão Pombal-Leiria que a Linha de Alta Velocidade (LAV) podia ter cuidado de garantir.

O município considera determinante que a eventual libertação de capacidade da Linha do Norte para os serviços interurbanos (comboios intercidades e inter-regionais), locais (comboios suburbanos e regionais) e de mercadorias, tenha por contrapartida uma ajustada e efetiva oferta interurbana que assegura a ligação de Pombal a cidades como Lisboa, Santarém, Entroncamento, Coimbra, Aveiro, Porto e Braga, assegurando, adequadamente, o transbordo para os serviços de alta velocidade.

Por sua vez, a modernização da Linha do Oeste afigura-se do maior relevo para o concelho e para a região, pelo que se impõe a reabilitação e reabertura da Estação da Guia, bem como se afigura como uma oportunidade o transporte de camiões por via ferroviária, em particular para um concelho e região onde existem múltiplos operadores da área do transporte rodoviário de mercadorias e da logística, a operar com e para o mercado ibérico e europeu.

O município propõe, igualmente, a inclusão, nas redes de Acesso aos Portos e Corredores Internacionais e Rede de Terminais Logísticos, ambos do PFN, a expressa menção à plataforma logística da Região de Leiria/rede de terminal logístico decorrente da articulação entre aquela Comunidade Intermunicipal e o Município de Pombal, junto à linha do Oeste e da A17, na freguesia do Carriço.

A construção de uma nova ligação ferroviária (linha) para transporte de passageiros e mercadorias entre o concelho de Pombal (Linha do Norte) e o concelho de Castelo Branco (Cebolais), é outra das propostas apresentadas.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.