Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/30

Prémio Nacional “Memória e Identidade” 2023 foi atribuído a Ana Paula Amendoeira, diretora Regional da Cultura do Alentejo

Ourém recebeu a celebração nacional do Dia Nacional dos Centros Históricos Portugueses

Prémio Nacional “Memória e Identidade” 2023 foi atribuído a Ana Paula Amendoeira

A cidade de Ourém foi palco, neste dia 28 de março, da celebração nacional do Dia Nacional dos Centros Históricos Portugueses. A data, formalmente criada em 28 de março de 1993, teve grande aceitação nas autarquias que detêm centros históricos, tendo uma ligação histórica com Alexandre Herculano, uma figura incontornável da cultura portuguesa que, com grande convicção, defendeu o património nacional.

A Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH), organizadora anual deste evento, elegeu o Município de Ourém para acolher as celebrações. O evento teve lugar no Paço dos Condes, na Vila Medieval de Ourém, e contou com um vasto programa complementado por várias atividades, criando uma nova oportunidade para a promoção das ações dos municípios na salvaguarda dos seus centros históricos.

A sessão solene de abertura foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, e contou com a presença do presidente da Assembleia Geral da APMCH e presidente da Câmara Municipal de Lamego, Francisco Lopes, do presidente da Direção da APMCH e presidente da Câmara Municipal de Lagos, Hugo Pereira, do presidente do Conselho de Curadores, José Miguel Noras e da subdiretora-geral do Património Cultural para a área dos Museus, Palácios e Monumentos, Rita Jerónimo.

Durante a cerimónia, Luís Miguel Albuquerque expressou o orgulho em receber este evento em Ourém, tendo elogiado o recentemente reabilitado Castelo e Paço dos Condes como um local de excelência para a ocasião.

O evento incluiu ainda a entrega do Prémio Nacional “Memória e Identidade” 2023, que foi atribuído a Ana Paula Amendoeira, diretora Regional da Cultura do Alentejo, e Paula Teves Costa, professora no Departamento de Engenharia Geográfica Geofísica e Energia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e presidente do Centro Europeu de Riscos Urbanos (CERU).

O Prémio Memória e Identidade é uma homenagem a personalidades que se destacaram ao longo da vida na defesa e divulgação dos centros históricos, como a arquitetura, engenharia, história e artes.

A sessão solene foi encerrada com uma prestação musical da aluna da Ourearte, Mariana Flores, no oboé, tendo este evento marcado mais uma vez a importância da preservação e valorização do património histórico e cultural do nosso país.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.