Edição: 271

Diretor: Mário Lopes

Data: 2023/6/4

Objetivo é criar uma estratégia de desenvolvimento comum para o território

Politécnico de Leiria lança estrutura para enriquecer Região de Leiria e Oeste

Agostinho Silva, Carlos Rabadão e João Neves

O Politécnico de Leiria acaba de lançar uma estrutura de missão para desenvolver a Região de Leiria e Oeste, através do enriquecimento do território e da promoção da qualidade de vida dos seus habitantes. «Pretendemos alinhar a estratégia de formação e investigação científica e desenvolvimento do Instituto Politécnico de Leiria com as reais necessidades de todo o nosso território. Depois de perceber a realidade e as necessidades, vamos responder-lhes», esclarece o presidente do Politécnico, Carlos Rabadão.

A iniciativa, pioneira em Portugal, foi lançada no dia 14 de abril na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Leiria e enquadra-se na estratégia intitulada ‘Universidade para a Região’.

A Estrutura de Missão para o Desenvolvimento do Ecossistema de Leiria & Oeste (EM@IPLeiria) tem 24 grupos de trabalho, envolvendo 24 municípios e as respetivas comunidades intermunicipais, e irá, em fevereiro de 2024, apresentar uma pipeline de projetos piloto para validar as soluções encontradas para os problemas identificados no território. A ideia é então escalar os bons resultados.

O objetivo, explica o presidente do Politécnico, é «no final da primeira fase dos trabalhos, a estrutura de missão ter uma estratégia bem definida para podermos trabalhar nos próximos dez anos, no sentido de transformar as nossas regiões em regiões com uma melhor qualidade de vida, e com capacidade de captação de estudantes».

No terreno até 2034, estes projetos serão executados de forma a criar uma estratégia comum «Vamos cruzar os pontos fortes e as fraquezas com as oportunidades. A dada altura, vamos transformar estes vetores estratégicos em ações concretas que podem criar riqueza», refere o Coordenador da EM@IPLeiria, Agostinho Silva.

Fonte: Midlandcom  

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.