Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/24

Júlio Pedrosa, antigo ministro da Educação, foi o convidado especial

Porto de Mós comemorou com entusiasmo no 25 de abril as conquistas dos últimos 50 anos

Júlio Pedrosa, Jorge Vala e Clarisse Louro

49 Anos depois, voltou-se a celebrar a Revolução de Abril! A Assembleia Municipal e a Câmara Municipal de Porto de Mós assinalaram a data, como aliás é seu apanágio, através de um programa rico e diversificado, que dá corpo a um projeto mais alargado, as Celebrações dos 50 Anos do 25 de abril 2022 – 2024. Neste sentido, ciclos de conferências, apresentação de livros, encontros, teatros e concertos enchem a agenda cultural do concelho até ao final do mês de abril.

Como manda o protocolo, o Dia da Liberdade iniciou com o hastear da bandeira, na Praça da República, pelas 09h00, tendo contado com a presença do Regimento de Artilharia N.º 4 e com as três corporações dos Bombeiros Voluntários do concelho – Porto de Mós, Mira de Aire e Juncal, seguindo-se, depois, a arruada, protagonizada pela Banda Recreativa Portomosense.

A sessão solene seguiu-se de imediato, no Cineteatro de Porto de Mós, com as intervenções da presidente da Assembleia Municipal, Clarisse Louro, da presidente Jovem Autarca, Isa Ferreira e dos líderes da bancada socialista e da bancada social-democrata.

Destaque para o convidado da sessão, Júlio Pedrosa, antigo ministro da Educação, que fez um discurso alargado sobre o papel das autarquias na educação, dando vários exemplos de projetos implementados nesse âmbito e nos resultados obtidos, quando alavancados pelo poder local.

A sessão encerrou com a intervenção do presidente da Câmara Municipal, Jorge Vala, que resumiu o verdadeiro objetivo da efeméride: “Porque este é o nosso tempo e, por assim ser, legitima-nos a comemorar com entusiasmo as conquistas dos últimos 50 anos, responsabilizando-nos, de igual modo, a passar o testemunho histórico e a importância dos valores democráticos às gerações mais jovens.”

Fonte: PA|GC|CMPM

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.