Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/24

Detido ficou em prisão preventiva.

PSP deteve homem em liberdade condicional por tráfico de droga em Caldas da Rainha

O Comando Distrital da Polícia de Leiria da Segurança Pública informa que, no final de abril, através da Esquadra de Investigação Criminal de Caldas da Rainha deteve um homem com 57 anos de idade, por tráfico de estupefacientes.

No âmbito da constante pesquisa de notícias desenvolvidas pelos polícias da estrutura da investigação criminal, gerou-se a suspeita de que um homem, residente na cidade de Caldas da Rainha, se dedicava à atividade ilícita de tráfico de droga.

O cidadão em apreço, com antecedentes criminais, tendo cumprido penas de prisão efetiva por este e outro tipo de crimes e encontrando-se em liberdade condicional, desenvolvia grande parte da sua atividade ilícita através da venda direta a consumidores e a outros traficantes da região, aproveitando e recorrendo a diversos procedimentos que visavam dificultar uma eventual investigação da PSP.

Assim, ao longo de vários meses, a PSP reuniu prova suficiente relativa à atividade que o suspeito desenvolvia, permitindo obter mandados de busca, os quais, no final do dia 27 de abril, foram cumpridos com o apoio de polícias do Grupo Operacional Cinotécnico da UEP, resultando na apreensão de várias dezenas de doses individuais de heroína, dinheiro em notas do BCE, telemóveis, balança de precisão e outros objetos, de menor relevância, relacionados com a atividade ilícita desenvolvida.

O detido foi presente à autoridade judiciária na sexta-feira, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa, prisão preventiva.

Por fim, a PSP considera que com estas operações policiais o Comando Distrital de Leiria demonstra continuar a dificultar a atividade criminosa de quem se dedica às mais diversas tipologias criminais, reforçando e devolvendo claramente, neste caso concreto, a tranquilidade e sossego da comunidade residente do centro de Caldas da Rainha.

        Fonte: CDL|PSP

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.