Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/28

No âmbito do projeto Stronger Peripheries: A Southern Coalition

Tiago Cadete apresenta performance-instalação no “Concerto” no Cine-Teatro de Alcobaça

“Concerto”, de Tiago Cadete, vai ter lugar nos dias 5, 6 e 7 de maio às 21h30, no Cine-Teatro de Alcobaça João D’oliva Monteiro. Quem são os novos migrantes? E que desejos têm quando migram para o país que os colonizou? O novo projeto do artista Tiago Cadete – Concerto – foi criado com a cumplicidade de 20 migrantes latino-americanos residentes em Alcobaça, Pombal e Granollers (Catalunha), cujos testemunhos compõem o texto da performance.

Uma plateia vazia é palco de um concerto de múltiplas vozes, formando uma partitura que revela processos migratórios contemporâneos em justaposição com a história colonial. O resultado é um concerto sem corpo, um concerto fantasmagórico de vozes.

Stronger Peripheries: A Southern Coalition é um projeto criado para abrir um espaço de diálogo, colaboração e aprendizagem conjunta, em torno do questionamento das noções de “sul” e “periferia” de uma perspetiva sócio-política e sócio-cultural, através de práticas artísticas inclusivas e participativas, de acções de capacitação, e da proposta de novos modelos de política cultural para o Sul da Europa.

Uma plateia vazia é palco de um concerto de múltiplas vozes de migrantes latino-americanos que vivem em Portugal e Espanha. Os seus depoimentos formam uma partitura que revela processos migratórios contemporâneos em justaposição com a história colonial. Quem são esses novos migrantes? E que desejos eles têm quando migram para o país que os colonizou? Uma inversão do palco e do público, dando voz a quem normalmente assiste. A plateia torna-se um palco, e o palco torna-se uma plateia. Um concerto sem corpo, um concerto fantasmagórico de vozes.

Tiago Cadete (Portugal)

Artista transdisciplinar. Doutorado em artes na PPGAV-UFRJ (Rio de Janeiro, Brasil), onde também concluiu o seu mestrado. Detém uma Pós-Graduação em Sistema Laban/Bartenieff pela Faculdade Angel Vianna/Escola de Dança Laban (Rio de Janeiro, Brasil). É licenciado em Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema (Portugal). Criou CORTEJO (2022); BRASA (2021); ATL NTICO (2020); FIUME (2020); CICERONE (2020); ENTREVISTAS (2018); ALLA PRIMA (2016); GOLDEN (2014); HIGHLIGHT (2011). Colabora com David Marques na APAGÃO (2017) e CORTEJO (2022) com Solange Freitas. Entre 2009 e 2014, colaborou com Raquel André, tendo criado “NO DIGITAL”, “LAST” e “TURBO_LENTO”. O seu trabalho tem sido apresentado em vários países europeus, sul-americanos e asiáticos.

Nico Espinoza (Chile) 

Compositor e artista transdisciplinar actualmente sediado em Lisboa. O seu trabalho explora as relações entre diferentes escalas de realidade através da invenção de sistemas auto-organizados, e as suas composições, performances e instalações têm sido exibidas na América Latina e na Europa. Trabalha também como designer de som, designer de experiências interactivas e curador (no contexto dos novos media) para estúdios e instituições criativas tais como Maotik Studio, Mote Studio, Humboldt-Universität zu Berlin, cactus.is, JPG.ARQ e Festival Multiplicidade. Detém um mestrado em Estudos Sonoros e Artes Sónicas pela Universidade das Artes de Berlim (UdK Berlin) e um mestrado em Electrónica pela Universidade Técnica Federico Santa María (Valparaíso, Chile).

Criação, desenho de som e luz: Tiago Cadete

Desenho de som: Nico Espinoza

Com a participação de: Alina Canosa; Alison Rojas; Angel Arteaga; Danitsa Cabrera López; Elida Hernández; Emilsón Henry; Esther Lozano; Ikebana Cabrera; llonka Flores; Jonathan Zapata; Kevin Mazariegos; Leonela Rendón; Lucía de la Maza; Melody A.; Paulina Tovo; Roxana Gomez; S. Martínez; Sergio Del Rio; Thais Peixoto; Vinicio Figueredo; Yessenia Ushiña

Produtora: Ana Lobato

Mediadores (PT): Jonnathan Zapata e Pablo Peixoto

Mediadora (CAT): Laura Colomé

Transcrição e tradução: Diana Cadete e Lucía de la Maza

Assessoria de imprensa: Mafalda Simões

Teaser: Afonso Sousa e Tiago Cadete

Fotografias: Pedro Jafuno

Produção: Co-pacabana

Residências: Casa Varela – Centro de Experimentação Artística e Cine-Teatro de Alcobaça João d’Oliva Monteiro (PT), CAM – Centre d’Arts en Moviment Roca Umbert (Centre for Moving Arts) e TAG – Teatre Auditori de Granollers / Llevant Teatre (CAT).

Apoio à residência: Centro Cultural da Malaposta

Apoios: Servei de Nova Ciutadania; CNL Granollers; Casa-Atelier Vieira da Silva

Projecto financiado por: Stronger Peripheries: A Southern Coalition, co-financiado pelo programa Europa Criativa da União Europeia e pela República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes

Público geral | 6€ | Duração: 45 min | M/16

INFORMAÇÕES
CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA JOÃO D’OLIVA MONTEIRO
Tel. 262 580 890 / 885 | E-mail: cine.teatro@cm-alcobaca.pt
www.cineteatro.cm-alcobaca.pt

Co-Produção: ARTEMREDE (PT), em associação com os Municípios de Alcobaça e Pombal e Transversal (CAT), em parceria com o Município de Granollers, em Tandem no âmbito do projeto Stronger Peripheries: A Southern Coalition

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.