Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/12

Através da Lancha de Patrulhamento Costeiro Bojador

GNR resgata 138 migrantes ao largo de Crotone - Itália

 

Ação de resgate da lancha Bojador

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através da Unidade de Controlo Costeiro com a Lancha de Patrulhamento Costeiro Bojador resgatou, no dia 18 de maio, 138 migrantes, no âmbito da Operação Conjunta “THEMIS 2023”, a 12 milhas náuticas da costa de Crotone.

Durante uma ação de patrulhamento, a Lancha de Patrulhamento Costeiro “Bojador” com recurso aos seus sistemas de vigilância, pelas 06H55, detetou uma embarcação de pesca que se dirigia para a costa italiana, onde eram visíveis várias pessoas no convés da embarcação. De imediato, foi iniciada a navegação até ao local da deteção. Em seguida verificou-se que se tratava de uma embarcação com mais de uma centena de migrantes a bordo, tendo sido declarado operação de busca e salvamento (SAR), por não se encontrarem reunidas as condições de segurança da tripulação e o meio se encontrar sobrelotado.

Encontrando-se apenas no local a Lancha de Patrulhamento Costeiro “Bojador”, procedeu-se ao resgate dos migrantes, tendo sido transferidos para bordo da embarcação portuguesa um total de 138 migrantes, entre os quais  se contabilizam 36 mulheres e 35 crianças.

Já no deslocamento para o Porto de Crotone, verificou-se que uma das mulheres que se encontrava a bordo da embarcação, que se encontrava na fase final do ciclo da gravidez, se encontrava debilitada, pelo que foi diligenciada a prestação dos cuidados especializados a bordo, sendo os mesmos garantidos por uma equipa médica proveniente de uma embarcação da Guardia Costiera que foi destacada para o local.

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através da Unidade de Controlo Costeiro, projetou a Lancha de Patrulhamento Costeiro “Bojador” na  Operação Conjunta “THEMIS 2023” – Itália, sob a égide da Agência da Guarda Europeia de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), no âmbito da coordenação operacional nas fronteiras externas da União Europeia, para controlar os fluxos de migração e impedir a criminalidade transfronteiriça, que decorrerá até 12 de julho de 2023.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.