Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/18

Dia do Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira

HABLO: "Importância da alimentação saudável como prioridade global começa muito antes da porta do hospital"

Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira

«A importância da alimentação saudável não é um exclusivo da medicina hospitalar, nem provavelmente da Medicina. Tem que ser compreendida como uma prioridade global que entre ou incorpore todas as políticas públicas e sociais e, naturalmente, na saúde, a sua relevância, e necessidade de intervenção, começa muito antes da porta do hospital», destacou Licínio de Carvalho, presidente do Conselho de Administração (CA) do Centro Hospitalar de Leiria (CHL), na sessão de comemoração do Dia do Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira (HABLO), na manhã do dia 22 de maio, no Salão Nobre do hospital.

“Gastronomia na Saúde: equilíbrio com conta, peso e medida” foi o mote de todas as intervenções do 133.º aniversário do HABLO, que abordou hábitos alimentares seculares locais e a sua adequação na dieta diária alimentar, tendo sempre como base o equilíbrio, referindo ainda a exceção da alimentação em fim de vida.

«Mas o Dia do Hospital de Alcobaça deve ficar, também, associado às realizações desenvolvidas no último ano e, também deste ponto de vista, há felizmente boas razões para celebrarmos. Os profissionais desta casa como os profissionais de todo o CHL têm, por isso, razões para estar orgulhosos, e justamente temos recebido muitas manifestações de reconhecimento do esforço empreendido», sublinhou Licínio de Carvalho.

Entre os vários investimentos e ações desenvolvidos em 2022, o presidente do Conselho de Administração elencou os principais referentes ao HABLO: a empreitada de substituição da Unidade de Tratamento de Ar da sala operatória (100 mil euros); a construção de vestiários e rouparia, e intervenção no Serviço de Medicina (80 mil euros); a remodelação e repavimentação do acesso à Urgência e à Consulta Externa (70 mil euros); e ainda a aquisição do mini-arco em C para o Bloco Operatório (100 mil euros).

«Para o futuro (2023-2025) estão previstos, e em início de execução no Plano Estratégico, projetos que ascendem a 2,5 milhões de euros, como o investimento em obras de adaptação e equipamento previsto de 150 mil euros no Bloco Operatório, a reestruturação e união de edifícios (265 mil euros) e a substituição da sala de raio-X (320 mil euros)”, destacou Licínio de Carvalho.

Realce ainda para “a execução do plano de eficiência energética em edifícios (1,5 milhões de euros), que representará uma revolução no campo da utilização racional de energia e na eficiência hídrica, conforme candidatura aprovada pelo Fundo Ambiental (PRR) que financiará a 100% os investimentos que decorrerão nos próximos 24 meses.»

Antes de concluir, o presidente do CA ainda frisou que «o ano de 2022 ficou também, claramente marcado pelo anúncio da constituição da futura Unidade Local de Saúde da Região de Leiria. Espera-se, para breve, a concretização formal, via decreto-lei, da nova estrutura, processo que se desenvolverá de seguida e que terá um impacto muito significativo na organização dos Serviços do SNS na nossa região e, naturalmente, no CHL».

Licínio de Carvalho agradeceu ao presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Hermínio Rodrigues, «pelo constante apoio neste processo. Foi, aliás, decisivo na alteração do âmbito regional previsto para a Unidade Local de Saúde, e tem sido assim em todos os processos que respeitam o HABLO e a Saúde no concelho».

Ângela Carvalho, nutricionista e coordenadora da Unidade de Nutrição e Dietética do CHL, apresentou “A importância da alimentação em contexto hospitalar”, onde mostrou a composição da sua equipa, as áreas de intervenção da Unidade e as atividades desenvolvidas, curiosidades numéricas sobre as quantidades necessárias de alguns alimentos para as refeições diárias, e depois elucidou os presentes sobre as diferentes tipologias de dieta.

A sessão prosseguiu com uma mesa redonda, que reuniu Jorge Soares, presidente da Associação de Produtores da Maçã de Alcobaça, Maria Paula Alves, da pastelaria “Alcoa”, e Catarina Faria, diretora do Serviço de Cuidados Paliativos do CHL. Este debate, moderado por Ângela Carvalho, permitiu destacar os produtos locais mais conhecidos – a maçã de Alcobaça e os doces conventuais, sublinhando sempre a importância do equilíbrio alimentar para uma vida salutar, e ainda os momentos especiais em que as regras podem ser quebradas, nomeadamente nas situações de fim de vida.

Antes da homenagem aos colaboradores do HABLO já aposentados, foi celebrado publicamente o protocolo entre o CHL e a Câmara Municipal de Alcobaça, que visa a cedência temporária de espaço no HABLO para o Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social do município. Hermínio Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, encerrou a cerimónia solene, em que manifestou a sua profunda gratidão a todos os colaboradores da instituição, pelo trabalho incisivo para o sucesso do hospital.

«Hoje o Hospital de Alcobaça não é apenas uma memória do imaginário coletivo dos alcobacenses, está sim ao serviço da nossa comunidade, e em permanência e proximidade, com diversas valências, mas queremos sempre mais. Foi aqui que, em março de 2021, se inaugurou a primeira Unidade de Cuidados Paliativos do distrito de Leiria, que contou com o apoio, à época, do município de Alcobaça, o que muito nos orgulha, mas esperamos vir a ter ainda mais serviços de proximidade, também no que diz respeito à área social», afirmou Hermínio Rodrigues.

«Atualmente o conjunto destes novos serviços fazem deste hospital uma referência nos cuidados de saúde a nível distrital, posso dizer a nível nacional. Parabéns ao Serviço de Cuidados Paliativos, mas também espero que a Unidade Local de Saúde seja uma realidade, pois tenho a convicção, ou mesmo a certeza, que é um instrumento essencial para que este trabalho de parceria e de proximidade possa dar um maior relevo à ligação entre os cuidados de saúde primários e os serviços hospitalares. Sem os serviços de saúde de proximidade jamais o território será atrativo para fixar a população, para residir, trabalhar e constituir família», salientou o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça.

«A saúde das crianças do nosso concelho é uma prioridade absoluta da nossa ação política e temos todas as condições para o fazer, a começar pela nossa magnífica gastronomia, reconhecida internacionalmente, e que muito deve à grande variedade dos produtos frutícolas e hortícolas, disponíveis nos mercados de proximidade durante todo o ano. Nunca é demais afirmar que o seu consumo é fundamental para uma alimentação mais equilibrada e mais saudável», referiu Hermínio Rodrigues.

«Iremos continuar a trabalhar em parceria convosco, todos somos poucos na resposta ao que é necessário para fazer ao nível da saúde, posso mesmo afirmar na área social. Quero agradecer a vossa excelência, a disponibilidade e o esforço investido diariamente para todos quantos necessitam tenham acesso a cuidados de saúde. Parabéns ao hospital de Alcobaça e muitos anos de vida sempre ao serviço dos alcobacenses», rematou o presidente do município de Alcobaça.

     Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.