Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/28

Marinha Grande

Casa da Cultura - Teatro Stephens recebe exposição comemorativa dos 50 anos de carreira de Olinda Colaço

Olinda Colaço junto a alguns dos seus quadros

“Homenagem à Mata” é a exposição comemorativa dos 50 anos de carreira da pintora marinhense Olinda Colaço, que foi inaugurada este sábado, 27 de maio, no Foyer da Casa da Cultura – Teatro Stephens, na Marinha Grande.

Foi uma sessão emocionada, marcada pela presença do presidente da Câmara, Aurélio Ferreira; da vereadora Ana Alves Monteiro; da presidente da Junta de Freguesia da Marinha Grande, Cristina Sousa; de representantes de outras entidades locais; da artista, seus familiares e amigos.

Na inauguração, o presidente Aurélio Ferreira agradeceu a disponibilidade da artista, confessando ser “um grande orgulho ter uma pessoa como Olinda Colaço na Marinha Grande”, que proporciona ao público “um olhar para os aspetos extraordinários da nossa história”. O presidente da Câmara informou que as escolas do concelho serão convidadas a visitar a exposição, para conhecer a obra da artista, com interpretação ambiental acerca do Pinhal do Rei realizada por uma bióloga.

Olinda Colaço agradeceu ao Município a cedência do espaço para expor e à família que a incentivou “a que eu continuasse a pintar e fosse sempre mais além”. A exposição estava pensada há alguns anos, mas o aparecimento da pandemia fez adiar a oportunidade, culminando com o momento atual, em que assinala o 50º aniversário da sua carreira. Nesta mostra, a artista “recorda os recantos em que muitos de nós brincámos e outros pintaram e que eternizei nestas pinturas e que foi a vida da maior parte dos marinhenses”.

Presidente da Câmara Municipal esteve presente na inauguração

Nas aguarelas expostas, é-nos proporcionada uma viagem pela frescura e beleza do que já foi o Pinhal do Rei, retratado antes do incêndio de 2017, numa clara homenagem à natureza.

Maria Olinda Gomes Roldão Colaço, mais conhecida por Olinda Colaço. É uma pintora figurativa, natural da Marinha Grande, onde nasceu a 15 de dezembro de 1945. Descendente de família com inclinações artísticas e ligações ao vidro, estudou na Escola Industrial da Marinha Grande, entre 1961-1964.

Iniciou o seu percurso profissional como desenhadora gráfica, na Gisarte, em 1964, e na RolanDecal, em 1967, ambas na Marinha Grande. Nesta etapa, pintou iluminárias para uns pergaminhos oferecidos ao Vaticano, pelos municípios de Marinha Grande, Leiria e Fátima.

Estreou-se, oficialmente, como artista plástica em 1973. Nos seus 50 anos de carreira, conta com 54 exposições, 1600 quadros e mais de 10.000 peças de vidro pintadas. A sua obra está presente em importantes coleções particulares, assim como em alguns museus.

A exposição “Homenagem à Mata” fica patente até 27 de agosto, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. A entrada é gratuita.

   Fonte: GCI|CMMG

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.