Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/22

Através da Federação Distrital de Leiria

Mulheres Socialistas assinalam Dia Internacional da Saúde Feminina com visita ao Centro Hospitalar de Leiria

Reunião das Mulheres Socialistas de Leiria com o corpo clínico da área da saúde feminina do Hospital de Santo André

No dia 29 de maio, a presidente da Federação Distrital de Leiria das MS-ID, Cláudia Avelar, acompanhada de Vânia de Oliveira, do Secretariado da Estrutura Federativa das MS-ID de Leiria, de Cátia Faria, adjunta do Secretariado e de Margarida Guedes, adjunta do Secretariado e Membro da Comissão Política da Estrutura Federativa das MS-ID de Leiria, realizaram uma visita institucional ao Centro Hospitalar de Leiria, EPE, no âmbito do Dia Internacional da Saúde Feminina. O objetivo da comemoração deste dia é consciencializar para as questões relacionadas com o bem-estar da mulher, como a saúde e os direitos sexuais e reprodutivos.

Reuniram com o Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Leiria, num encontro que contou também com a presença e contributos do diretor do Serviço de Pediatria, Dr. João Agro, da enfermeira Cesaltina Sousa, da enfermeira Ana Rita Sousa, e pelos médicos internos do serviço de obstetrícia.

Durante a reunião de trabalho formam identificadas algumas preocupações, nomeadamente: a mulher puérpera, por vezes, sente dificuldade de criar laços com o bebé ou até rejeição do bebé. O sentimento de incapacidade, ansiedade, fobias, cansaço extremo, apatia, pensamentos negativos obsessivos também são sentidos durante período puerperal verificando-se uma necessidade de acompanhamento permanente dos profissionais de saúde. Também os fundamentalismos/ crenças individuais múltiplas, por vezes são difíceis de satisfazer por parte dos profissionais de saúde materna.

Apesar da formação de excelência dos profissionais de saúde, que se encontram em período de estágio, as grávidas e puérperas manifestam, por vezes, alguma insegurança. O luto na gravidez é outra preocupação destes profissionais de saúde materna. É uma realidade muito difícil de lidar. É necessário garantir um maior acompanhamento aos pais enlutados. Defendem ainda o registo diário dos recém-nascidos, sendo necessárias medidas estruturais urgentes. A necessidade de equipamento hospitalar é outra necessidade identificada.

Seguiu-se uma breve visita ao Serviço de Urgência de Obstetrícia e Ginecologia/ Bloco de Partos, com o objetivo de ficarem a conhecer como este funciona.

Durante a visita e no contacto com os profissionais de saúde, foi possível verificar a determinação e o empenho de todos aqueles que no dia a dia garantem serviços de alta qualidade, em defender Serviço Nacional de Saúde.

O puerpério — fase mais conhecida como pós-parto — é um período muito determinante na vida da mulher e uma altura de especial vulnerabilidade, particularmente marcado por dificuldades a vários níveis. Um dos objetivos dos profissionais de saúde materna consiste em promover o bem-estar da mãe e do bebé, ressalvando a importância de tratar cada mulher como única.

Na ocasião, a Federação Distrital de Leiria das MS-ID deixou uma mensagem de otimismo e incentivo a todos os profissionais de saúde e um especial agradecimento ao Conselho de Administração do CHL, na pessoa do presidente Dr. Licínio Carvalho e a todos os profissionais de saúde envolvidos, a oportunidade de realização da visita e o acolhimento.

O Centro Hospitalar de Leiria, EPE é vanguarda num conjunto de especialidades de grande complexidade, graças à qualidade dos seus profissionais (médicos, enfermeiros e auxiliares). Só assim tem sido possível alcançar resultados que colocam o CHL como uma referência no plano nacional e internacional. Foi possível verificar e concluir in loco que o CHL trabalha diariamente para que o percurso da gravidez e os momentos de parto e pós-parto sejam realizados de forma segura, com respeito pelos desejos dos pais e com todo o rigor na atuação clínica, refere Cláudia Avelar.

Esta iniciativa teve como objetivo: conhecer com mais rigor e profundidade o trabalho desenvolvido, as linhas de atuação, preocupações e dificuldades e intervenções/ projetos planeados para o futuro, inserido num programa desta Estrutura Federativa que visa essencialmente estabelecer e promover uma política de proximidade com as pessoas e as instituições, denominado “Ciclo de Visitas Pelo Distrito de Leiria, Afirmar, Comprometer e Valorizar!”

     Fonte: FDLMS

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.